Tecnologia do Blogger.

18/06/2016

RESENHA - Como eu era antes de você (Jojo Moyes)

Ficha técnica:
Referência bibliográfica: MOYES, Jojo. Como eu era antes de você. 1ª edição. Rio de Janeiro, Intríseca, 2016. 320 páginas.
Gênero: Ficção; romance.
Temas: Romance, superação, tetraplégico, cuidadora.
Categoria: Literatura estrangeira; Literatura Inglesa.
Ano de lançamento: 2016.











“Deitei-me na cama e pensei em Will. Pensava em sua raiva e em sua tristeza. Pensei no que a mãe dele tinha dito: que eu era uma das únicas pessoas que conseguiu alcançá-lo. Pensei nele se esforçando para não rir com a Canção Molahonkey numa noite em que a neve caía dourada do outro lado da janela. (...) E enfim, com a cabeça pressionada contra o travesseiro, chorei porque minha vida de repente parece muito mais difícil de entender e muito mais complicada do que jamais havia imaginado, e desejei poder voltar até os dias em que minha maior preocupação era se Frank e eu tínhamos encomendado bolinhos Chelsea suficientes. ”
*Como eu era antes de você (pág. 113).


A jovem adulta Louisa Clark é garçonete há quase sete anos e adora o emprego que tem. Ela ama o namorado – que está há tanto tempo junto quanto o emprego –, os pais, o sobrinho, avô que mora com ela, e até um pouquinho a irmã mais nova. Para Lou, a vida era perfeita. Simples, mas completa. Até que tudo se transforma quando ela descobre que o patrão irá fechar a cafeteria e ela terá que procurar outro trabalho.
O caminho de Lou e Will se encontra quando os dois estão infelizes com a vida – ela porque conseguiu um emprego de cuidadora que, apesar de pagar bem, não é tão alegre quanto o de garçonete e ela não entende nada sobre cuidados; ele, Will Traynor, sofreu um acidente que o deixou tetraplégico. Esse encontro mudará a forma de um deles encarar o mundo.
 “Como eu era antes de você” é um livro que nos deixa triste. Ao apresentar a difícil realidade dos dois personagens e a forma como estes vivem, nós passamos a perceber que nem tudo é como deveria ser. Jojo Moyes consegue nos levar a uma montanha russa de existência – porém, com algumas ressalvas.
O romance entre Lou e Will não foge muito dos clichês de tramas que tratam de casais que sofrem com alguma doença ou limitação física, como “A Culpa é das Estrelas”, de John Green. Como eu já disse antes no blog, clichês não são ruins. O ideal, entretanto, é que eles nos surpreendam. “Como eu era antes de você” me surpreendeu, mas de forma negativa. Durante toda a leitura eu estava confiante de que a história dos protagonistas poderia ser alterada, mas me decepcionei. O livro é constante, mas são 320 páginas que não nos leva a lugar algum.
O personagem Will é arrogante, egoísta e mesquinho. Apesar de ter sofrido um acidente que transformou o cara aventureiro em um homem “condenado” a uma cadeira de rodas, ele é rico, com recursos suficientes para levar uma vida tranquila (dentro do possível). Um tetraplégico não consegue mover os braços e pernas e necessita de alguém para limpá-lo, dar banho e ajuda-lo a comer. É um destino terrível; para ele, uma sentença. Will tem um enfermeiro, Nathan, e Lou é contratada para ser uma cuidadora, mas, na prática, o dever dela é deixar Will mais feliz.
A capa do livro foi adaptada com um dos cartazes do filme que está nos cinemas brasileiros

Os personagens não são tão bons, mas se aproximam da realidade. É compreensível que Will fique revoltado, mas não que trate as pessoas que o querem bem educadamente mal. Lou é uma moça que não tem ambições e que se satisfaz com qualquer coisa – com o desenrolar da trama, porém, ela começa a mudar, e nós, leitores, temos esperança de que ela se torne independente e almeje planos para o futuro. Com o final do livro, porém, ficamos sem saber se essa mudança plena será possível.
A obra de Jojo Moyes é narrada em primeira pessoa, na maior parte do tempo por Louisa. Há, também, capítulos que são narrados por outros personagens, como Camilla Traynor e Steven Traynor (mãe e pai de Will), Nathan e Treen (irmã de Louisa). O estilo de narrativa que integra vários pontos de vista é interessante e nos permite ampliar o olhar sob a trama, como “Profundo”, de Robin York (resenha aqui), em que os livros são narrado pelos dois protagonistas, em capítulos intercalados. Outros acertos de Jojo Moyes foram os diálogos – apesar de machucarem o leitor, pela forma que representa a amargura e a sensibilidade dos personagens, é o ponto alto de “Como eu era antes de você”. Sem as conversas hilárias e sábias entre Lou e Will talvez a obra não fizesse tanto sucesso. As paisagens inglesas são maravilhosamente descritas – eu, que nunca saí do Brasil, consegui me imaginar nos jardins e no labirinto do Castelo de Stortford.
São 320 páginas divididas em 26 capítulos e um epílogo. A trama é bem fluida, de fácil entendimento. A narração é focada no desenrolar da amizade entre Will e Lou, até agora confesso que não sei se podemos considerar o livro um romance propriamente dito. A trama é romantizada, mas senti ausência de um romance de fato, e fiquei decepcionada por não ter mais paixão envolvida. A relação temporal do livro é linear, com pouquíssimas analepses, o que nos ajuda a mergulhar no presente da trama.
Jojo Moyes nasceu e cresceu em Londres. Como jornalista, trabalhou no The Independent por nove anos. Saiu em 2002 para se dedicar aos romances. Até hoje, Jojo já publicou 10 obras. “Como eu era antes de você” vendeu quase oito milhões de exemplares pelo mundo.
Bom, creio que todos saibam que a obra aqui resenhada está em cartaz nos cinemas do mundo – no Brasil estreou na última quinta-feira (16/06). O filme é estrelado por Sam Clafin, que viveu o personagem Finnick Odair em Jogos Vorazes, e Emilia Clark, a famosa Daenerys Targaryen, da série Game Of Thrones (muito amor envolvido por essa personagem), vive na pele de Lou. Eu estou ansiosa para ver o filme porque imagino que os dois consigam ser mais emotivos – no bom sentido – do que os personagens no livro me pareceram. Pelo que vi nos trailers da película, o casal tem muita afinidade.
Enfim, recomendo o livro “Como eu era antes de você” para quem gosta de histórias tristes que nos aproximam de uma realidade que parece distante. Os que odeiam finais que sejam diferente de contos de fadas, não cheguem perto do livro porque vocês irão se arrepender. A continuação da trama já foi lançada; “Depois de você” descreve como Lou está seguindo adiante após os acontecimentos da outra obra. Apesar de me decepcionar com “Como eu era antes de você”, quero ler a continuação porque não desisto de perseguir finais felizes.



Bibliografia de JOJO MOYES (ordem cronológica):

Livros:
·         Última carta de amor – Intrínseca (2012).
·         Como eu era antes de você – Intrínseca (2013).
·         A garota que você deixou para trás – Intrínseca (2014).
·         Um mais um – Intrínseca (2015).
·         Em busca de abrigo – Bertrand Brasil (2015).
·         A casa das marés – Bertrand Brasil (2015).
·         Baía da esperança – Intrínseca (2016).
·         Depois de você – Intrínseca (2016).

Top Comentarista nº15: Clique para participar
Comentários
22 Comentários

22 comentários:

  1. Não é o livro dela que mais gostei, mas foi o que me fez ler outros e essa autora é boa quando o assunto é emocionar. O tema desse é forte e gostei dos personagens, essa coisa de um ser o triste, arrogante e a outra a feliz e maluquinha. Eles renderam uma boa história juntos e que abre os olhos para pessoas na situação desse personagem. As escolhas que ele faz são bem polêmicas em alguns aspectos, mas conforme você lê vai entendendo o que ele sente e é bonito de acompanhar. Bom pra chorar mesmo. Nem tão bom pro pobre leitor que se apega e pensa que vai ter um final feliz ali. Nada de contos de fada com esse livro mesmo :S

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cristiane! Você tem razão: leitores sonhadores e com estômago fraco não ficam felizes após o término do livro.

      Excluir
  2. Oi Isadora, tudo bem?
    Mesmo que o livro tenha te decepcionado eu quero ler esse livro. Quero tirar minhas próprias conclusões sobre a obra.
    Acredito que devo gostar e chorar bastante. E também tô doida para assistir ao filme.

    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jéssica. Faça isso mesmo, se arrisque e se emocione muito com a história!
      Bjs

      Excluir
  3. Amei esse livro, história super emocionante, uma liação de vida, a escrita da Jojo Moyers é maravilhosa, ainda não vi o filme, porem irei muito em breve, estou super ansiosa pra conferi isso tudo na telona.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Milena! Também aguardo surpresas e muitas emoções no filme. Bjs

      Excluir
  4. Muita gente fala desse livro e apesar de eu não ter lido nenhuma obra da Jojo, ainda (mesmo tendo várias), me faz ter vontade de lê-lo. Mesmo concordando com os seus pontos que fazem muito sentido, afinal eu também achava que Lou tinha mais objetivos e ideais para alcançar ao invés de se conformar com pouco, ainda sim acha que a mensagem do livro e principalmente os diálogos que comentou fazem valer muito a pena a história. De qualquer forma, espero poder conhecer em breve esse principal metido e essa menina sem grandes sonhos. Espero gostar assim como muitos que leram fizeram! Ps.: já sei que irei sentir falta de um romance mais romance assim como você!
    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa obra é maravilhosa pra nos tirar de nossas caixinhas. Bom, para românticas como nós, o livro deixa a desejar. Mas, quem sabe, o livro te surpreenda. Beijo!

      Excluir
  5. Nossa eu já vi tantas resenhas positivas desse livro que eu tô ficando louca!!! Eu amo livros reflexivos e lindos como esse, essa capa é perfeita e o livro me pareceu incriveeeel!!!! Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Isabela! Corre e compre o livro logo. Você irá se identificar com ele, pelo que me contou. Aproveite a leitura. Bjs!

      Excluir
  6. Olá Isadora,
    Amo os livros da Jojo Moyes, cada livro que tenho o prazer de ler fico ainda mais apaixonada pelas histórias e dramas criadas pela autora, seus livros são sempre tão tocantes e envolventes! Quando terminei de ler Como eu era antes de você (lá em 2014) fiquei sem palavras para descrever o que senti durante a leitura, foi um misto de sentimentos, e não há como negar, esse livro me pegou de um jeito! Adorei acompanhar a jornada de amadurecimento da Lou. Já li Depois de Você, e apesar de não achar tão envolvente como os outros livros da autora, foi emocionante ver a história de superação e de recomeço da Lou.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Micheli! Espero conhecer outros livros da Jojo, inclusive o "Depois de você". Como você, acredito que a obra não será tão emocionante quando a primeira. Como disse, a autora nos leva para um passeio em uma montanha-russa. Beijos!

      Excluir
  7. Oi!
    Li esse livro recentemente e adorei a historia, depois de ouvir as pessoas falarem tanto sobre ele finalmente li e foi uma historia que me conquistou, mesmo falando de um tema tão difícil torcemos para a Lou e acabamos entendo o Will, gostei muito da escrita da Jojo principalmente por ela não ter deixando uma historia muito dramática !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Suzana. Ao contrário de você, acredito que o livro é muito dramático. E, por ser tão dramático e com ausência de romantismo, me decepcionou. Enfim, já leu o segundo livro da série? Ainda estou pensando se vale a pena a leitura. Beijos!

      Excluir
  8. Passei a ter interesse em ler esse livro, após sair o trailer da adaptação cinematográfica, e foi ai que percebi que o livro era realmente lindo e emocionante. Ainda não tive oportunidade de ler o livro, no entanto pretendo ler antes de ver o filme, pelo fato de que sei que a estória e mais rica em detalhes no livro, e faz com que a gente se envolva ainda mais com os personagens, super ansiosa por essa leitura, principalmente porque sei que vou amar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lana! Leia o livro antes de ver o filme. Mesmo sem ter visto a adaptação cinematográfica, imagino que ela pode desmotivar a ler o livro. Aproveite! Beijos!

      Excluir
  9. A unica coisa que conheço é essa fama que se formou! Não li os livros (ainda) e nem vi o filme. Sinceramente não sei o que fazer primeiro.
    Embora muitas vezes pareça que é só mais uma modinha que vai passar, me interesso em saber mais sobre a história, visto que as pessoas falam tanto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jéssica, conheça a obra literária primeiro. Como já havia dito: não é um conto de fadas. Então, com a leitura, já estaremos preparadas para o soco de drama que o filme deve nos dar. Beijos!

      Excluir
  10. Olá,sempre tive o desejo de ler esse livro, mas como sabia que se tratava de uma história triste,resolvi dar um tempo antes de adquirir.
    Sei que na vida real existem vários casos semelhantes,mas é que ando tentando fugir do que é real demais...Acho que pela fase que estou.
    Ia assistir o filme,mas nem fui pois quero ler o livro primeiro.
    Vou criar coragem e ler! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Janaína! Não leia essa obra em uma fase bad, por favor. "Como eu era antes de você" pode te deixar mais tristinha ainda. Leia livros mais felizes, como romances de época da Loretta Chase ou Lisa Kleypas - são sempre uma ótima companhia e provocadores de risadas! Beijos.

      Excluir
  11. Foi o primeiro livro da Jojo que li, e só li por curiosidade pq todos estavam lendo, até q gostei da história e fiquei animada para ler o Depois de vc. É uma linda história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanda, é realmente uma linda história. Aproveite o segundo livro e me conte o que achou! Beijos.

      Excluir

Deixe o seu comentário!