Tecnologia do Blogger.

16/07/2016

RESENHA – Mentira Perfeita (Carina Rissi)

Carina Rissi
 Ficha técnica:
Referência bibliográfica: RISSI, Carina. Mentira Perfeita. 1ª edição. São Paulo, Verus (selo da editora Record), 2016. 460 páginas.
Gênero: Ficção, Romance, Chick lit
Temas: mentira, casamento, pessoa com deficiência, superação
Categoria: Literatura Nacional










“Só estou querendo dizer que, se você caminha ou empurra uma cadeira de rodas, não faz diferença para mim. Você é o Marcus, o cara que aceitou me ajudar, que me salvou quando eu mais precisei. Duas vezes! Eu sempre me sinto segura com você. Você é... – o homem mais incrível que eu já conheci –... uma das poucas pessoas em quem eu confiaria. E odeio que você não saiba disso. Entendo que deve ser complicado aceitar a mudança, que o mundo nem sempre facilita para você, mas você é mais inteiro do que muita gente que eu conheço, Marcus – Eu, por exemplo.”.
Mentira Perfeita (pág. 216)


Júlia não tem tempo para distrações. Ela é brilhante e sempre se esforça para ser a melhor naquilo que faz; por essa razão, sua vida pessoal acabou ficando de lado. Algo que sempre preocupou sua tia Berenice. Gravemente doente, a tia teme que Júlia acabe completamente sozinha quando ela se for. Júlia faria qualquer coisa — qualquer coisa mesmo! — por tia Berê e, em seu desespero para agradar a única mãe que já conheceu, inventa um noivo enquanto torce por um milagre... E então o milagre acontece: Berenice se recupera — e, assim que deixa o hospital, gasta todas as suas economias com o casamento dos sonhos para a sobrinha. Como Júlia pode contar a ela que mentiu, com a saúde da tia ainda tão frágil? É quando Júlia conhece Marcus Cassani. Ele é irritantemente cínico, mulherengo e lindo de um jeito que a deixa desconfortável. Marcus também está enfrentando problemas, e um acordo entre eles parece ser a solução. Tudo o que Júlia sabe é que deveria se afastar de Marcus. Mas seu coração tem uma ideia muito diferente...
Amigos leitores, este livro é um Spin-Off do livro “Procura-se um marido”. Para quem não sabe, de acordo com o blog Nerd Maldito, o “termo Spin-Off é usado quando se faz referência a uma obra que surgiu a partir de uma franquia. Normalmente, essas franquias já tem um bom sucesso e, por isso, as criadoras arriscam fazer um Spin-Off dela. Ao contrário do que muitos pensam, um Spin-Off não é exatamente uma continuação, mas apenas algo referente à obra inicial, pode ser a história de um dos personagens da obra original, uma versão alternativa, um grupo de personagens completamente novo que usa apenas o mesmo mundo da obra geral, entre diversas outras coisas. ”
No livro “Procura-se um marido” conhecemos o Marcus, irmão mais novo do Max (personagem principal). Já no livro “Mentira perfeita” a autora resolveu aprofundar a história do Marcus com a Júlia, uma programadora de sistemas que trabalha na empresa da Alicia, que foi, também, personagem principal do outro livro.
A Júlia mora com a sua tia Berenice, que ela considera como uma mãe, já que foi abandonada pela sua quando ainda era criança. A mãe dela era viciada em drogas. E por causa disso a Júlia sempre teve dificuldades em deixar as pessoas se aproximarem muito, pois ela achava que poderia ser abandonada, como a sua mãe fez com ela.
A tia da nossa personagem tem problemas no coração. E a situação dela é bem ruim, sendo que a única solução seria mesmo um transplante. Sendo assim, na cabeça da Júlia, ela teria que fazer de tudo para deixar a sua tia feliz e não deixá-la se estressar, tendo em vista que o caso era realmente grave. Então, em um dos ataques do coração, a tia foi levada para o hospital pelo melhor amigo da Júlia, Dênis. Depois do susto, o Dr. Vitor, médico da tia, autorizou a entrada da Júlia e do seu amigo. Então, para animá-la, o Dênis resolveu contar uma mentira. Ele disse que a Júlia estava namorando. Por causa dessa mentira, a Júlia percebeu uma melhora na aparência da tia e resolveu confirmar a história do amigo.
Após ser liberada para ir para casa, a tia começou a perguntar sobre o “namorado”. E deduziu, pelo que a Júlia contou, que o namoro estava tão avançado que em breve a sobrinha iria casar. Tendo em vista que o sonho da tia era ver a sobrinha casada, a coitada da Júlia se desesperou, pois tinha muita dificuldade em mentir, mas, por outro lado, tinha medo de contar a verdade e a tia piorar. Então, começou a pensar em planos para resolver a situação.
O nosso mocinho dessa história é o Marcus Cassani. Ele sofreu um acidente de moto e ficou paraplégico. Porém, com a fisioterapia ele já estava sentido as pernas. Ele morava com o irmão e a cunhada, mas o que queria mesmo era ter o seu próprio lugar, ser independente e não atrapalhar a relação dos dois. O único problema é que os seus pais, e seu irmão, tinham medo de deixá-lo morar sozinho e ter alguma dificuldade, por conta da sua condição física. Depois de muita discussão, resolveram que ele poderia morar sozinho desde que tivesse um cuidador, para que ele não tivesse nenhum problema. Lógico que ele surtou, pois não queria ninguém como babá.
A Júlia conheceu o Marcus quando ela foi fazer um favor para uma amiga do trabalho, Amaya. Ela deveria levar uma documentação para a Alicia – diretora da empresa em que ela trabalhava. Chegando lá, ela viu um rapaz muito bonito. Ele tinha o nariz reto, queixo quadrado, pele dourada, olhos verdes e intensos, cabelo liso negro e brilhante, boca larga... simplesmente lindo. Só que depois de conversarem rapidamente, ela o achou muito arrogante. Depois descobriu que ele tinha uma fama de cafajeste.
Após um dia estressante de trabalho, a Amaya resolveu levá-la a um barzinho para beber e relaxar. E quando elas estavam lá, por um acaso, encontraram com os casais Alicia e Max, Mari e Bruno (amigos da Alicia) e, em seguida, com o Marcus. Desde que se conheceram ela o achou muito bonito, mas a admiração não foi recíproca, já que ela ouviu uma conversa dele com a Alicia.
O papo fluiu e a Amaya acabou contando a mentira da Júlia. Depois de muita conversa e bebida, a Júlia resolveu ir para a varanda do bar. Em seguida, o Marcus foi atrás dela e propôs um acordo. Ele se passaria pelo seu noivo e ela fingiria, para a família dele, que era a cuidadora, para que ele pudesse se mudar para a casa nova.
O único problema desses dois é que eles não queriam se apaixonar, mesmo existindo uma conexão muito forte entre eles, desde o início. A Júlia, com seu jeito tímido e nerd conquistou o coração do Marcus. E ele com seu jeito sarcástico arrebatou o coração da nossa mocinha.
Foi um livro muito divertido de se ler. Foi bem bacana ler uma história em que o personagem principal tem limitações físicas (nunca tinha lido antes). Achei muito legal perceber o amadurecimento dele, desde o livro anterior, e como ele tentou lidar com as suas limitações.
A tia Berê é muito doida (rsrsr). Gente, sério, a Júlia ainda nem estava “noiva” (de mentira) e ela já tinha alugado o salão de festas, contratado pombas, e começado a fazer o vestido de casamento. Eu ri muito com as presepadas dela.
A Carina Rissi sempre me conquistou com os seus livros, e nesse não foi diferente. A leitura vale muito a pena. Para quem não conhece, ela é uma leitora voraz, sempre lê a última página de um livro antes de comprá-lo e tem um fascínio inexplicável pelo tema “amores impossíveis”. Vê nas obras de Jane Austen uma fonte de inspiração. Quando se desgruda dos livros — tanto dos que lê quanto dos que escreve —, Carina se diverte assistindo a comédias românticas ao lado da família e planejando viagens a lugares exóticos que não conhecerá tão cedo, devido ao seu pavor de avião.  Ela nasceu em Ariranha, interior de São Paulo, onde mora atualmente com o marido e a filha, após ter vivido uma curta temporada na capital paulista. É autora de Perdida, Encontrada, Procura-se um marido e No mundo da Luna, lançados pela Verus e que a tornaram conhecida em todo o país.

Desde que o livro “Mentira Perfeita” foi lançado, ele ficou na minha estante aguardando sua vez. Mas, o que deu o pontapé para eu iniciar a leitura foi o evento que teve aqui em Brasília, o #MochilãodaRecord, um evento organizado pela editora Record, onde ela apresenta os lançamentos e as novidades do Grupo Editorial Record. No daqui de Brasília eles trouxeram a Carina Rissi para que ela apresentasse o livro e o autografasse. Então, aproveitei e garanti que ela autografasse o meu exemplar. ;)
Livro autografado
Livro autografado pela Carina Rissi ;)

Aproveito para fazer uma pausa na resenha para contar as novidades que a Carina disse no evento, sendo elas: 1) pode acontecer um Spin-Off do Nicolas Cassani, primo do Marcus que aparece nesse livro. 2) o livro No Mundo da Luna, por insistência da mãe da Carina, pode ter continuação. 3) já o livro Perdida 4, com o título provisório de "Prometida", pode vir a ter capítulos do Lucas, um dos protagonistas do livro. Acho que é isso. Não sei se eu me esqueci de alguma coisa. Se alguém aí esteve lá, e quiser falar alguma coisa, é só colocar aqui nos comentários deste post.
Filme Sabrina
Audrey Hepburn no filme Sabrina
O livro possui 68 capítulos, e foi escrito de forma linear cronológica, em primeira pessoa. Ele é narrado com pontos de vista alternados entre a Júlia e o Marcus, o que nos dá perspectivas diferentes sobre a mesma estória.
Gostei de tudo do livro, com exceção da capa. Acho que a personagem que colocaram para ilustrar a Júlia não tem nada a ver com a personagem, pois as características dela lembram, sob o meu ponto de vista, a atriz Audrey Hepburn. Inclusive, a Tia Berê até faz uma citação da atriz no livro.

Por fim, no site da autora está disponível o booktrailer do livro. Para assistir, clique aqui

Bibliografia da CARINA RISSI (ordem cronológica):
Mentira Perfeita
Fonte: http://www.carinarissi.com.br/
Livros:
  • Perdida – Verus (2013)
  • Procura-se um marido – Verus (2013)
  • Encontrada – Verus (2014)
  • O livro dos vilões (conto) – Galera (2014)
  • No mundo da Luna – Verus (2015)
  • Destinado – Verus (2015)
  • Mentira Perfeita – Verus (2016)
  • No mundo da Luna – a entrevista – Verus (2015)
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Esse livro dela parece ser tão fofo! Tem temas interessantes, personagens que cativam, momentos pra rir e momentos para suspirar. Uma história bem legal. E essa tal de tia Berê parece roubar a cena quando aparece, ela é muito doidinha. Pelo menos é o que já vi, gente falando em resenhas também, que ela faz rir e se divertir. E achei interessante esse personagem paraplégico, porque não são muitos os livros que li/leio que tem pessoas com esse tipo de deficiência e nacional. Pode ser só que não conheça muitos mesmo, mas foi um ponto que me chamou atenção no livro. Penso que iria gostar dessa leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cristiane, o livro é bem bacana. Foi o primeiro que eu li que um dos personagens tinha alguma deficiência física ;)

      Excluir
  2. Eu adoro a escrita da Carina, e Procura-se um marido é o meu xodó dela, então acho que nem preciso dizer o quanto eu quero ler esse livro né kk
    Adorei o fato da Carina ter colocado como protagonista o Marcus, pois realmente é muito difícil se encontrar livros em que os persoangens possuem algum tipo de deficiência, ainda mais sendo um dos personagens principais. E pelo visto, o bom humor da Carina também está presente nesse livro. Ele parece ser livro bem fofo e que promete boas gargalhadas *-* Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Cris, é sim. Acho que você vai gostar ;)

      Excluir

Deixe o seu comentário!