Tecnologia do Blogger.

21/10/2016

Tag: This is Halloween

Olá, leitores da Academia! Dando continuidade a nossas postagens sobre o Halloween, hoje apresentamos a vocês a nossa primeira TAG Literária! Eu já respondi algumas, mas nunca tínhamos criado uma. Devo dizer que a experiência foi no mínimo divertida. Criamos perguntas legais relacionados a livros e ao terror! Mas antes vamos esclarecer uma coisa: eu, Luciano, sou um entusiasta das histórias de terror; já a Helkem é medrosa assumida!!!!
Então, vamos ver?



1- Contatos de primeiro grau: Qual foi o primeiro livro de terror que você leu?

Luciano: Desde que comecei a devorar livros, meu gênero literário mais lido sempre foi fantasia, por minha paixão por rpg e histórias fantásticas. A primeira vez que me aventurei em uma história de terror foi quando li a obra "Os Sete", do André Vianco. Eu vinha de muitas obras de fantasia naquela época (em 2010 mais ou menos) e peguei esse por indicação de uma amiga. Desde então, terror é o segundo gênero que mais leio.

Helkem: Coincidentemente, se minha memória não estiver falhando, também foi "Os Sete" de André Vianco. Mas eu li esse livro a muito mais tempo que o Luciano. Li em 2004.


2- O passado ainda assombra: Qual a sua obra do gênero favorita?

Luciano: Sem a menor sombra de duvidas é "Apocalipse Z", do autor Manel Loureiro. Infelizmente, ainda não tive a oportunidade de resenhar a obra do autor aqui no blog (quem sabe no próximo Halloween). Escolhi Apocalipse Z por que obra de Loureiro mostra uma pessoa comum, igual eu e você em meio a um surto global de zumbis. O legal da história é que ela é contada pela perceptiva do personagem em forma de diário e você fica louco quando o infeliz termina um trecho dizendo: "Será que vou sobreviver se for lá fora?". Sério, vocês precisam ler.



Helkem: Como o Lu disse no começo desse post, sou muito medrosa e impressionável. Muito mesmo! Então não vejo filmes de terror há um bom tempo (para desgosto do meu melhor amigo, o Cris). Mas com livros até que consigo ser menos medrosa, não sei explicar direito porquê (acho que talvez seja a questão visual). Ainda assim, não costumo ler muitos livros do gênero. Mas sou APAIXONADA pelos livros do André Vianco. Sou fã de carteirinha dele. Li recentemente o "Horror na Colina de Darrington", do Marcus Barcelos, e admito que gostei muito mesmo (apesar de ter demônios e espíritos #medo). Pense num livro que eu não leria a noite nem sob tortura. É esse! Veja a resenha aqui.

3- O mal está em todos os lugares: Se você pudesse escrever um livro de terror, quem (ou o que) seria o grande antagonista?

Luciano: Apesar de ter o Terror como meu segundo gênero favorito, eu ainda não o explorei como deveria. A maioria dos livros que li tinha algum elemento fantástico ou feérico em seu enredo (bruxaria, vampiros, zumbis...), li poucos que sejam puramente psicológico e acho isso legal quando vejo em filmes. Então, acredito que meu grande antagonista poderia ser uma pessoa "normal" no sentido de não ter nada de especial. Apenas uma mente sádica que dentro de suas próprias motivações, deixe no final (com sua morte ou ascensão) alguma espécie de recado ou lição. Alguém ai pensou no Jigsaw?



Helkem: Deixa eu esclarecer uma coisa: meu problema específico com histórias de terror são demônios, espíritos e coisas do tipo. Morro de medo! Passo dias sem coragem de dormir no escuro, morrendo de medo daquele espaço embaixo da cama, sem coragem de ir à cozinha ou ao banheiro no meio da noite, igualzinho uma criança. Sou medrosa mesmo e não tenho vergonha em assumir (#mejulguem)! Então, se fosse escrever um livro de terror, nunquinha eu usaria um desses seres! Talvez um psicopata sádico, ou um alienígena do mal ou, quem sabe, vampiros! Adoro vampiros!

4- O mundo é dos monstros: Vampiros, Lobisomens, Zumbis e Fantasmas. Dos quatro grandes ícones do terror mundial, qual deles é o seu preferido e por quê?

Luciano: Zumbis. Eu já li histórias com os 4 e os zumbis são meus favoritos porque eles não possuem um grande plano, não querem se livrar de alguma maldição e muito menos aparecem com o intuito de assombrar alguém. Eles são o que são: comedores de carne. E a humanidade caiu em quase todas as ocasiões em que eles apareceram e o que me fascina em suas histórias é que eles não são os antagonistas. No final, o grande vilão sempre foi e sempre será a humanidade, que quando encurraladas tendem a fazer praticamente tudo para sobreviver.

Helkem: Só pra reforçar: VAMPIROS! Adoro vampiros! O Lu diz que eu sou uma pessoa contraditória. Acho que sou mesmo! kkkkkk. Tenho medo de tudo o que é sobrenatural mas sou apaixonada por vampiros! Nem pensem em vampiros fofinhos e bonzinhos e que brilham ao sol tipo "Crepúsculo". Não! Quanto mais sanguinário e maléfico, melhor! Vampiros são sedutores, fortes, inteligentes, antigos. Imagine a quantidade de conhecimento que um ser como esses não deve acumular? Séculos observando o andar da História (#invejinha)! Mas acho que o que mais me atrai nos vampiros é a dualidade inerente a eles. Pense só: uma pessoa boa, de caráter irretocável, ao se tornar um vampiro não vira um monstro sanguinário do dia pra noite (com ou sem trocadilhos, você escolhe ^_^). Há todo um processo, toda uma luta interna, é o instinto vs a razão no seu melhor embate. Adoro!


5- Tem um movimento estranho ali: O que te atrai em livros de terror?

Luciano: Acho que aquela coisa de enfrentar seus medos. Da mesma forma que você quando pequeno cria coragem para olhar debaixo da cama ou dentro do guarda-roupa e ver que não tem nenhum monstro lá. E uns sustinhos vez em quando são bons para testar como anda a saúde do seu coração rs

Helkem: Como eu disse antes, não sou muito de ler livros de terror. Mas os poucos que li, e que tenho vontade de ler, me atraem pelo inusitado. Me tirar um pouco da minha zona de conforto é um dos principais motivos. E a história tem que ser boa pra eu me arriscar a ficar umas noite sem dormir direito. Todos os livros de terror que li até hoje foram indicação de alguém.


6- Um, dois, o Freddy vem te pegar: Qual foi o livro que mais te deixou amedrontado/impressionado e por quê?

Luciano: Comecei a ler livros de terror em uma época que os filmes já não me causavam tanto espanto assim, então nenhum livro me deixou assim tão impressionado... mas se posso comentar um que me deixou bastante pensativo foi o livro "172 horas na lua". O livro é uma Ficção/Terror que me deixou muito intrigado com o final. Falei mais dele nessa resenha.

Um, dois, Freddy vem te pegar,
Três, quatro, feche bem o quarto.
Cinco, Seis, pegue o crucifixo,
Sete, oito, fique acordado até tarde.
Nove, dez, não durma nenhuma vez”


Helkem: O topo do hanking atualmente está ocupado pelo "Horror na Colina de Darrington" pelo simples fato de ter sido o único que li até hoje que continha o combo demônios-espíritos-feitiçaria (#medo).

7- Acho que ouvi alguma coisa: Houve algum acontecimento estranho no período em que você lia um livro de terror?

Luciano: Não que eu me recorde.

Helkem: Se tivesse rolado alguma coisa estranha enquanto lia ou assistia algum filme de terror, provavelmente não estaria respondendo essa pergunta agora. Certeza que teria morrido!


8- Não é tão assustador assim: Já se decepcionou com algum livro de terror? Por qual motivo?

Luciano: "Hellraiser" foi o último que li que bateu a decepção. Minha maior decepção foi em relação aos cenobitas, que pouco apareceram no livro, seguida da motivação da personagem para fazer as vontades de seu amado. Comentei um pouco mais sobre isso na resenha que fiz do livro.


Helkem: Não houve nenhum livro que me decepcionasse. Mas livros de zumbis me dão mais angustia do que medo. Sabe quando você fica apreensiva esperando a desgraça acontecer? É isso. Fico tensa e não com medo. Mas isso é com livros, Filmes e seriados são outro departamento. (#TheWalkingDead)!

9- Teste de nervos: Você está em casa sozinho e acabou de ler um capítulo particularmente assustador e então escuta um barulho vindo de algum lugar da casa. O que você faria?

Luciano: Do jeito que sou da zueira, iria chamar o "ser" para ler essa parte massa do livro xD. Bom, não sou tão impressionável assim, mas sempre que escuto um barulho muito estranho, vou até a fonte checar (devagar e sempre atento a tudo, vai que é um ladrão).

Helkem: Provavelmente, nesse momento, estarei na minha cama com a porta do quarto fechada e trancada. Se ouvir um barulho, certamente largarei o livro e, de olhos arregalados e com o coração na boca, ficarei encarando a porta!


10- Vamos sobreviver: Indique três blogueiros que você acha que sobreviveriam a uma história de terror para responder as perguntas e contar sua história.

Luciano e Helkem: Escolhemos o Paulo, do Ponto para Ler. A Laís Rodrigues do site LRDO  e a Kary, do diário da Kary. 



Gostaram? Quer brincar também? Só responder as perguntas nos comentários ou se você é blogueiro, copiar as perguntas no seu blog! Não esquece de nós dar os créditos e nos marcar para vermos, ok?

Até a próxima!



Top comentarista nº 15: Clique para participar


Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Awn, uma tag em conjunto! Adorei! Me identifiquei muito com a Helkem, sou super medrosa também e não tenho costume de ler terror, embora já tenha conhecido alguns. Como não tenho uma lista muito grande de lidos desse gênero, não vou poder responder a tag, embora tenha gostado muito.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Hum, que legal essa tag! E com dois respondendo fica ainda mais interessante, haha!
    Ai gente, livros de terror e coisas assim depende muito pra mim. Também sou do tipo que corre de história de demônio, espírito e troços do tipo, então nem coragem de ler tenho. Fico com aquelas coisas na cabeça e aí já viu. Se ouvir um barulho me borro xD
    Adoro uma boa história de zumbi no entanto. Sei lá, tem sempre muito drama e acho isso legal. Não o monstro em si, a parte em que ele afeta os sobreviventes e faz até a gente refletir sobre umas coisas.
    Estava afim de ler o tal Horror na Colina. Só por ler algo do tipo mesmo e porque estou vendo bastante coisa dele. Parece bom.

    ResponderExcluir
  3. Luciano!
    Sou bem fã dos zumbis também, mas meus favoritinhos são os vampiros.
    Adorei 172 horas na lua, bem surpreendente...
    Depois se tiver um tempo, irei responder a tag.
    Helkem medrosa...kkkk mas nada como um bom vampiro, né?

    “Com a sabedoria aprendemos a ser tolerantes.” (Henry David Thoreau)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de OUTUBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário!