Tecnologia do Blogger.

24/12/2016

RESENHA – Valiant (Laurann Dohner)

ATENÇÃO!
A obra resenhada apresenta cenas eróticas. Leitura não recomendada para menores de 18 anos.

Laurann Dohner
Ficha técnica:
Referência bibliográfica: DOHNER, Laurann. Valiant – série “Novas Espécies”. 1ª edição. São Paulo, Universo dos Livros, 2016. 416 páginas. Tradução: Mayara Fortin.
Gênero: Erotismo
Temas: Romance, erótico, Sci-fi
Categoria: Literatura Estrangeira; Literatura Americana
Ano de lançamento: 2011 nos Estados Unidos da América e 2016 no Brasil
Série: Fury (Livro 1), Slade (Livro 2) e Valiant (Livro 3)

“Eu sempre disse que amor é tudo que você precisa para formar uma família.”
Valiant (Livro 3). (posição 2.953 de 4.567 -E-book via Amazon)




 Caros leitores, eu adoro a série “Novas Espécies”, da Laurann Dohner. Apesar de ser um livro erótico, a autora consegue trabalhar bem a trama e a leitura não fica cansativa, como outros livros desse gênero. Inclusive, indiquei o primeiro livro da série, Fury, como um dos livros eróticos que mais gostei (para ler as indicações, clique aqui).
Neste terceiro livro da série, vamos conhecer a Tammy. O bufê em que ela trabalha foi contratado para cuidar da primeira festa na “Reserva”, local destinado para as Novas Espécies mais selvagens. Para quem não acompanha a série, as Novas Espécies são humanos que foram usados, de maneira clandestina, como experimentos por uma empresa farmacêutica. A empresa misturava o DNA dessas pessoas com o DNA de animais, como caninos, felinos e primatas. Quando o governo descobriu esses experimentos, o grupo de sobreviventes foi libertado. Alguns tinham em seu DNA mais traços animais do que humanos, como o caso do Valiant, personagem principal deste livro, misturado com um leão.
A Tammy recebeu o mapa errado da Reserva, e para seu azar foi parar justamente na casa do Valiant. Como ele não gostava de nenhum humano, por conta do seu trauma de quando era usado para testes, ele foi logo para cima da Tammy. Ela ficou desesperada e sem reação ao ver aquele homem enorme em cima dela rugindo.
Em seguida, o seu chefe e um dos seguranças da Reserva, Tiger, chegaram para tentar resgatá-la. Mas o Valiant não deixava ninguém se aproximar. Ele começou a cheirá-la e, para o desespero dela, ficou alucinado, pois ela estava ovulando. Para o olfato apurado do Valiant ela estava no cio.
O Valiant, por ser um dos mais selvagens, ninguém queria se aproximar, por medo de ele atacar. Todavia, ele ficou enlouquecido com o cheiro da humana e a levou para dentro de casa. Como ela estava com a adrenalina alta e ele era um homem sexy, grande e o mais bonito que ela já tinha visto, eles tiveram relações íntimas. Contudo, o grupo de resgate conseguiu um número grande de pessoas para tirá-la da casa. Entretanto, a Tammy ficou encantada com aquele homem selvagem e que ao mesmo tempo era carinhoso, e não queria que sedassem ele para ela sair. Sendo assim, ela bateu um abajur na cabeça do Valiant que o fez desmaiar.
Alguns dias depois, a Tammy percebeu que tinha gostado muito do Valiant, com o jeito diferente e que não se comparava a nenhum dos caras com quem ela já havia ficado. Porém, infelizmente, existia um grupo que era contra as Novas Espécies, e eles descobriram que ela havia feito sexo com um dos “animais”. Esse grupo sequestrou a Tammy para forçá-la a dizer que ela havia sido estuprada. O Valiant descobriu e ficou alucinado, pois o seu instinto dizia que mesmo a Tammy não o querendo era seu dever protegê-la.
Ok, empolguei-me com a resenha. Vou parar por aqui senão vou contar muitas coisas. Mas digo uma última coisa: leiam. Preferencialmente o primeiro livro da série: Fury.
A Laurann Dohner é mãe e escritora em tempo integral. É viciada em chá gelado com caramelo e acredita que o melhor de poder escrever é sentar-se à mesa, colocar os fones de ouvido tocando música bem alto e bloquear o mundo à sua volta, para que seja possível construir novos mundos.
O livro possui 17 capítulos, e é narrado pela Tammy e pelo Valiant, de uma forma linear cronológica. O próximo livro, ainda sem previsão de ser lançado aqui no Brasil, conta a história do Justice North, líder das Novas Espécies.

Valiant

Bibliografia da LAURANN DOHNER (ordem cronológica):

Livros:
     Fury – Universo dos Livros (2015)
     Slade – Universo dos Livros (2015)
     Valiant – Universo dos Livros (2016)
Comentários
8 Comentários

8 comentários:

  1. Gabi!
    A série é uma das mais desejadas por mim porque os homens dessa Nova Espécie me parecem possessivos e ao mesmo tempo conquistadores, além de bem viris, tudo que um romance merece para ser lido.
    Amei sua resenha.
    “Desejo a você e à sua família um Natal de Luz! Abençoado e repleto de alegrias. Boas Festas!” (Priscilla Rodighiero)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rudynalva, eu adoro esta série. Não tem como não gostar dos homens "novas espécies" ;)

      Excluir
  2. Oi!
    Ainda não li nenhum livro dessa serie, mas sempre vejo muitas resenhas positivas sobre ela, gostei muito dessa historia, acho a ideia do enrendo bem interessante e fiquei curiosa para ler, irei ler as resenhas dos outros livros para ver se me interesso pela serie !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Suzana, é uma das minhas séries favoritas. Se você gostar deste tipo de livro, acredito que também gostará da série ;)

      Excluir
  3. Oi. eu nunca vi falar da série “Novas Espécies”, da Laurann Dohner, ao menos, não que me lembra. gosto de erótico, mas no caso desse livro, não sou o perfil de leitora.

    ResponderExcluir
  4. Vou confessar que não me interesso em nada por esse estilo de livro, sabe? Só de ver a capa já me desagrado. Embora eu tenha mais de 18 anos, não leio hots. Flores no Outono 

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia essa série e confesso que achei bem intrigante, a proposta de misturar sci-fi com erotismo foi bem legal. Ótima resenha ;)

    ResponderExcluir
  6. Oie
    não sou muito fã de hots a não ser que tenha um enredo que me atraia muito, não é o caso desse mas bem legal pra quem curte mais esse tipo de livro, boa dica

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário!