Tecnologia do Blogger.

07/02/2017

RESENHA – À sua espera (Abbi Glines)


Rosemary Beach
Ficha técnica:
Referência bibliográfica: GLINES, Abbi. À sua espera – série Rosemary Beach. 1ª edição. São Paulo, Arqueiro, 2016. 240 páginas. Tradução: Cássia Zanon
Gênero: Romance, New Adult
Temas: estupro, dislexia
Categoria: Literatura Estrangeira; Literatura Americana
Ano de lançamento: 2015 nos Estados Unidos da América e 2016 no Brasil
Série: Paixão sem limites (Livro 1), Tentação sem limites (Livro 2), Amor sem limites (Livro 3), Rush sem limites (Livro 4), Estranha Perfeição (Livro 5), Simples Perfeição (Livro 6), A Primeira Chance (Livro 7), Mais uma Chance (Livro 8), Para Sempre Minha (Livro 9), Kiro e Emily (Livro 9.5), À Sua Espera (Livro 10) e Ao seu encontro (Livro 11).



“Não posso evitar. Não vou dizer a ele. Mas ele torna impossível não amá-lo. Ele é exatamente...exatamente o que toda garota sonha. Ele faz com que tudo que parece errado fique perfeito”.
À Sua Espera – Livro 10 (pág. 134)

Queridos leitores, este é o décimo livro da série Rosemary Beach, que conta a história do Mase e da Reese. Por ser meio-irmão, por parte de pai, da Harlow, o Mase aparece a partir do livro “A Primeira Chance”. Então, se você não leu os livros anteriores, sugiro a leitura até para que você possa acompanhar o amadurecimento dos personagens. Confesso que não li o conto “Kiro e Emily”, que antecede este livro. Mas, prometo, que assim que der o lerei para resenhar para vocês.
Eu já estava com uma grande expectativa em relação à história do Mase, por conta dos livros anteriores. Sinceramente? Ele não me decepcionou, pelo contrário. Conseguiu superar o que eu havia imaginado de como ele seria.
O prólogo do livro é sobre a terrível infância que a Reese teve. Fiquei muito triste em saber que ela foi abusada sexualmente pelo seu padrasto. Para piorar a situação, a vaca mãe dela ficou ao lado do marido e expulsou a filha de casa. Triste, não é mesmo? O pior é que isso também acontece na vida real.
Como o Mase morava no Texas, ele foi visitar a Harlow, que morava na praia de Rosemary Beach, na Flórida. Ao chegar lá, ele ficou hospedado na casa da sua outra meia-irmã, Nan, que estava em uma viagem pela França. Porém, ele se deparou com uma linda garota que arrumava a casa e ao mesmo tempo cantava muito mal.
A Reese, que trabalhava como diarista na casa da Nan, pensava que não tinha ninguém lá. Então, distraída começou a cantar ao fazer a faxina. Todavia, para o seu azar e vergonha (até eu fiquei com vergonha) um cara abriu a porta do corredor, só de lençol, e pegou ela limpando um armário e cantando a “plenos pulmões”.
Para não atrapalhar o sono dele, ela resolveu arrumar outro andar da casa. Contudo, para fazer o mínimo de barulho possível, ao invés de usar o aspirador de pó, ela resolveu subir em uma cadeira para limpar um espelho com um pano. No entanto, ela se desiquilibrou e caiu em cima do espelho que, consequente, quebrou. O Mase, que havia desistido de dormir, por causa do barulho, correu para ver o que havia acontecido. Ao chegar lá, se deparou com a Reese sangrando, por causa dos cacos de vidro. Então ele resolveu levá-la ao hospital. 
Ele ficou encantado com ela. No dia seguinte, ele a encontrou trabalhando, também, na casa da Harlow e, depois de chamar a atenção dela, por trabalhar com o braço machucado, a levou novamente para casa. Nisso, ao pedir para a garota anotar um endereço, percebeu que ela tinha uma imensa dificuldade em escrever. A Reese ficou extremamente constrangida, pois não conseguia escrever nada.
Quando criança, sua mãe a chamava de burra por não conseguir aprender e o seu padrasto batia nela por conta das suas notas baixas na escola. Como ela tinha uma grande dificuldade teve que abandonar a escola.
O Mase percebeu que ela tinha um problema, mas que não era burra, de forma alguma. Então, resolveu buscar ajuda com um especialista, e foi aí que ele descobriu que ela tinha dislexia. Para quem não sabe, de acordo com a Associação Brasileira de Dislexia, “a dislexia do desenvolvimento é considerada um transtorno específico de aprendizagem de origem neurobiológica, caracterizada por dificuldade no reconhecimento preciso e/ou fluente da palavra, na habilidade de decodificação e em soletração. Essas dificuldades normalmente resultam de um déficit no componente fonológico da linguagem e são inesperadas em relação à idade e outras habilidades cognitivas”.
Desta forma, ele passou a pagar um professor, especialista no assunto, só para ajudá-la. Porém, o Mase não disse que era ele quem custearia as aulas. Ela ficou muito feliz com essa ajuda, e eles passaram a conversar todas as noites por telefone, já que ele teve que voltar para a sua cidade. 
Leitores, foi nítido o amadurecimento do amor dos dois, em como o Mase lidou com a dislexia dela e com a sua dificuldade de se aproximar de outros homens, por causa do trauma que ela teve por conta do padrasto. Adorei esse casal. Sofri com eles também, principalmente com a Reese, por tudo que ela teve que passar pela vida.
A história dela me lembrou um pouco da história da Della, do livro “Estranha Perfeição”, também desta série. Porém, gostei muito mais da Reese e de como ela lidou com as suas dificuldades.
A autora, Abbi Glines, nasceu em Birmingham, Alabama. Morou na pequena cidade de Sumiton até os 18 anos, quando seguiu o namorado do colégio até a costa. Atualmente os dois moram com seus três filhos em Fairhope, Alabama. Autora de diversos livros da lista de mais vendidos do The New York Times, Abbi é viciada no Twitter (@abbiglines) e escreve regularmente no seu blog.
O livro foi escrito de forma linear cronológica, em primeira pessoa, pelo ponto de vista da Reese e do Mase. Como a autora tem uma escrita muito boa, a leitura se torna fluída. Além disso, a editora disponibilizou o primeiro capítulo do livro, clique aqui para ler.
Por fim, ressalto que o próximo livro da série, que é a continuação deste livro, “Ao seu encontro”, tem previsão para ser lançado em janeiro de 2017. Vamos ver o que a autora vai aprontar com esse casal.

Rosemary Beach

Bibliografia da ABBI GLINES (ordem cronológica):
Livros:
     Paixão sem limites – Arqueiro (2013)
     Tentação sem limites – Arqueiro (2014)
     Amor sem limites – Arqueiro (2014)
     Estranha Perfeição – Arqueiro (2014)
     Simples Perfeição – Arqueiro (2015)
     A primeira chance – Arqueiro (2015)
     Mais uma chance – Arqueiro (2016)
     Para sempre minha - Arqueiro (2016)
     Kiro e Emily - Arqueiro (2016)
     À sua espera - Arqueiro (2016)
     Ao seu encontro – Arqueiro (previsão para 2017)
     The Best Goodbye – sem previsão para ser publicado no Brasil
     Up In Flames – sem previsão para ser publicado no Brasil

Top Comentarista nº5: clique para participar
Comentários
6 Comentários

6 comentários:

  1. Nossa fiquei um pouco chocada depois de terminar de ler a resenha. Primeiro porque não gosto muito dos livros da Abbi. Segundo porque julguei demais esse livro só pela capa quando o vi numa livraria semanas atrás. E terceiro porque estou me roendo de raiva por não ter comprado kkk só pela sua resenha me parece ser o meu tipo de romance favorito, mais fraternal. Não esperava isso do livro. Foi um "tapa na cara" kkk
    Obrigada mais uma vez pela indicação ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Adriana, sou bem suspeita para falar, pois gosto muito da Abbi. E este livro superou as minhas expectativas ;)

      Excluir
  2. Gabi, essa saga é imensa, parece até a Pixar, são histórias desligadas uma da outra mas no final tudo se encaixa kk.
    Gostei muito da sua resenha, realmente eu quero conhecer o casal Mase e Reece, ele me pareceu aqueles mocinhos de livros de romances que nos apaixonamos logo de cara, e tudo o que ele fez pela Reece é simplesmente incrível, por isso que é mais fácil se apaixonar por homens literários do que reais kk. Estou louca para saber o que acontece com esse casal, e espero muito que eles permaneçam juntos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Nicole, realmente é sempre mais fácil nos apaixonarmos pelos homens literários ;)

      Excluir
  3. Oi, Gabi!!
    Adorei a resenha até deu vontade de ler esse livro!! Olha que nunca tive a mínima curiosidade em ler nenhum dos livros da Abbi Glines!! Mas achei o Mase um amorzinho!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  4. Gabi!
    Acho que já falei por aqui, nunca li nada da autora, mas pretendo esse ano ler e conhecer a escrita fabulosa dela, porque só leio boas resenhas.
    Adoro romances mais intensos e com pegada.
    “O saber é saber que nada se sabe. Este é a definição do verdadeiro conhecimento.” (Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário!