Tecnologia do Blogger.

04/07/2017

RESENHA – Esplendor da Honra – (Julie Garwood)

Ficha técnica:
Referência bibliográfica: GARWOOD, Julie. Esplendor da Honra. 1ª edição. São Paulo, Universo dos Livros, 2017. 384 páginas. Tradução: Cristina Calderini Tognelli.
Gênero: Romance de época
Temas: vingança, estupro, família
Categoria: Literatura Estrangeira; Literatura norte-americana
Ano de lançamento: 1987 nos Estados Unidos da América e 2016 no Brasil.






“Ela lhe ensinara que medo e respeito não tinham que andar um ao lado do outro. Amor e respeito também trabalhavam bem juntos, talvez ainda melhor”. Esplendor da Honra (pág. 273)



Queridos leitores, mais uma vez a autora Julie Garwood me deixou feliz da vida com um romance. Definitivamente ela entrou para a minha lista de autoras favoritas. Se você não leu nenhum livro dela, sugiro que comece agora. São simplesmente maravilhosos. Ok, parei com a “rasgação de seda”, vamos para a resenha.
Neste romance de época, vamos conhecer a Lady Madelyne, uma jovem desastrada, chorona, que adora falar e mandar, mas que é impossível você não se encantar por ela.
Com o falecimento da mãe dela, a Madelyne foi enviada pelo seu perverso meio-irmão, Louddon, a morar com seu tio, o padre Berton. Para a infelicidade da jovem, depois de alguns anos morando com o padre, o irmão mandou que ela retornasse para casa.
Como o irmão dela era um cara bem ruim, e ela tinha muitos traumas causados na infância por ele, a Madelyne resolveu que fugiria. Contudo, ela precisaria primeiro libertar um guerreiro que estava amarrado no pátio do castelo, que seu irmão o havia deixado para morrer de frio.
Sendo assim, a nossa mocinha foi ao resgate do Duncan, Barão de Weston. Ela o tirou de lá e fez com que se aquecesse antes de permitir a fuga dele.
Já o Duncan nunca imaginaria que a irmã do seu pior inimigo fosse tão linda e muito menos que tivesse um nobre coração. Afinal, ela salvara um prisioneiro (que não conhecia) e ainda correu o risco de ser pega pelo Louddon.
Todavia, o que ela não sabia era que ele se deixara capturar pelos soldados do Louddon com o objetivo de se infiltrar no castelo para vingar a honra da sua irmã, Adele. Essa vingança consistia na captura da irmã do Louddon, a própria Madelyne. Para ele o lema era: “olho por olho, dente por dente”.
Quando a noite chegou, os soldados do barão invadiram o castelo para que pudessem resgatar o barão, sequestrar a Madelyne e destruir o castelo do Louddon.
O Duncan era um guerreiro. Ele é aquele personagem que você olha e já diz que nasceu para ser líder. Não tem como você não se sentir atraída por ele. Todos os seus soldados são treinados diretamente pelo Duncan, e o seu clã é um dos que possuem as maiores forças destinadas à guerra.
Após ele levá-la para o seu castelo muita coisa acontece. Principalmente quando ela encontra a irmã dele, que a culpava por ela ser a irmã do seu algoz. Além disso, o Louddon não poderia deixar uma afronta dessa – o sequestro da sua irmã – passar batido. Ainda mais com as expectativas que ele tinha para o futuro dela.
Leitores, não quero comentar muito aqui para não estragar a história. Mas já digo que o livro foi uma delícia de ser lido. Tem uma parte que o Duncan vai ao resgate dela que, neste momento, quando imaginei a cena (e até agora escrevendo mesmo) fiquei arrepiada. Juro! Certeza que no futuro vou reler este livro.
A autora do livro, Julie Garwood, é referência em romances de época e romances contemporâneos policiais. Autora campeã de vendas, ela teve seus romances publicados em mais de 30 países. Com mais de 35 milhões de livros impressos e 26 bestsellers no The New York Times, ela conquistou seu lugar entre os escritores de ficção preferidos do público. Nascida e criada em Kansas City, atualmente ela vive em Leawood e está desenvolvendo seu próximo romance.
O livro possui 24 capítulos, e é narrado de forma linear cronológica. Ele foi escrito em terceira pessoa, com ponto de vista alternado entre o Duncan e a Madelyne.
Por fim, é importante ressaltar que o livro foi publicado, originalmente, em 1987 (eu ainda não era nem nascida), mas no Brasil só chegou este ano. Agora, espero que novos lidos da autora sejam publicados aqui. Pois os que foram publicados pela editora Landscape não estão mais disponíveis para compra :(
Esplendor da Honra

Bibliografia da Julie Garwood (ordem cronológica):
Livros:
  • A Confissão- Landscape (2002)
  • O Testamento - Landscape (2003)
  • Prazer de matar – Landscape (2004)
  • Marcada para morrer – Landscape (2006)
  • A próxima vítima - Landscape (2005)
  • A Dança das Sombras - Landscape (2007)
  • Meu Querido Guerreiro - Landscape (2007)
  • Desejo rebelde - Landscape (2008)
  • Música das Sombras - Landscape (2008)
  • Fogo e gelo - Landscape (2009)
  • Um amor para Lady Johanna – Universo dos Livros (2016) 
  • Esplendor da Honra – Universo dos Livros (2017)



Top comentarista n°3: Clique para participar


Comentários
35 Comentários

35 comentários:

  1. Oi Gabi, bora rasgar seda pra esse livro lindo então haha, amei tanto essa história, que sim, Julie também entrou pro meu rol de autoras favoritas. A capa tá linda, a história é linda e só lendo a resenha já fiquei com vontade de reler. Os protagonistas são carismáticos e engraçados, ri em vários momentos com Madelyne e suspirei em tantos outros com as cenas deles. O vilão é odioso. E eu terminei de ler desejando um livro pra cada irmão de Duncan, mas já curti acompanhar mesmo que superficialmente a história de Adele.
    Amei a resenha <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lili, que bom que você também gostou :)

      Excluir
  2. Nossa senhora! Essa história parece ser incrível e muito bem construída né?
    Já fiquei completamente apaixonada só por ler sua resenha.
    Os personagens principais parecem ser envolventes e apaixonantes demais.
    Não conheço a escrita da autora ainda, mas sinto que vou adorar! Assim como você.
    Adoro romances de época e esse está na minha listinha de desejados <3
    Achei a capa do livro muito linda, bem caprichada. E espero conferir a obra em breve.
    Beijos
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  3. Estou bem animada com esse livro da autora porque é bem o tipo de história que gosto pelo visto. Adorei os personagens e confesso que já tenho uma queda enorme pelo Duncan. Ahh, falou em guerreiro e um líder nato já dá pra saber que esse homem vai fazer horrores no livro. E parece ter um romance um tanto inesperado, pela situação de quem é a garota e do irmão dela, com relação ao Duncan e tudo mais. Tem um drama legal aí, muitas situações complicadas...
    Acho que iria gostar muito de ler. Parece uma ótima história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Cristiane, sou suspeita para comentar, pois amei o livro ;)

      Excluir
  4. Gabi!
    Achei que estava falando de mim: "uma jovem (não tão jovem asim....cof,cof...) desastrada, chorona, que adora falar e mandar, mas que é impossível você não se encantar por ela."kkkkkkk
    Já viu que me identifiquei totalmente com a Lady Madelyne e não tem como não querer ler esse livro, ainda mais com um protagonista masculino #tudodebom... (suspirei aqui...).
    Deve ser uma leitura maravilhosa e até hilária em determinados momentos.
    Desejo uma semana de luz e paz!
    “Não há saber mais ou saber menos: Há saberes diferentes.” (Paulo Freire)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rudy, então você vai adorar conhecer a Madelyne rsrsrs ;)

      Excluir
  5. Sou doida por romances de épocas então quando vi a capa já sabia que ia gostar!
    Adorei a sinopse e é legal ver que você realmente gostou do livro, sua empolgação é muito evidente!
    Fiquei bastante interessada, amo mocinhas e guerreiros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Herica, eu também amo as mocinhas e os guerreiros ;)

      Excluir
  6. Amo romances de época, mas devo dizer que esse em especial parece beeem movimentado e cheio de ação. Já fiquei interessada! A Lady Madelyne pelo visto parece ter um coração de ouro mas também tem seus defeitos hahaha porém é completamente o oposto do irmão. E pra variar o cara que ela vai se apaixonar é justamente o inimigo do irmão hahah
    Gostei bastante da premissa, uma história que guarda muita mágoa, ódio mas também amor. Os personagens parecem muito cativantes (menos o Louddon, já to com ódio dele). Além disso, a capa é belíssima, é delicada e faz o leitor se aprofundar ainda mais na história.
    Ótimas leituras pra você!
    Beijos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Joice, o livro estava tão bom que eu me peguei reduzindo a velocidade da leitura para ele não terminar logo ;)

      Excluir
  7. Eu nunca li nada da autora, porém adorei, quero ler os personagens parecem ser cativantes, já imaginei várias cenas engraçadas com a Madelyne.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse romance e "Um amor para Lady Johanna" são ótimos ;)

      Excluir
  8. Olá, adoro esses livros que são contados por vários pontos de vista, dessa forma temos uma ampla perspectiva da história e a compreendemos melhor. Espero ler em breve, beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Alison, eu também gosto, pois não ficamos limitados a apenas uma versão da história ;)

      Excluir
  9. Li esse livro na versão publicada pela falecida Landscape e não foi uma das leituras mais agradáveis, não pela autora, mas por culpa da editora que resolveu dar a história uma narrativa rebuscada - tu, vós, foste, fizeste - o que tornou a narrativa chata, maçante... Demorei bastante pra me acostumar.
    Adoro Duncan e Madelyne. Ele é um personagem legal, honrado, que vai em busca de vingança e Madelyne não se acanha em libertar um prisioneiro em troca de liberdade tbm. É muito legal o convívio entre ambos. Mas tem um casalzinho que me ganhou tanto quanto os protagonistas, Adele e Gerald, irmã e amigo de Duncan.
    Enfim, fiquei feliz com esta publicação e espero muito que o trabalho da Universo seja melhor que o da Landscape. Eles estragaram uma história maravilhosa da Julie.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jois, que pena! Não tenho nada a reclamar da edição pela Universo dos Livros. A leitura fluiu muito bem. Eu também não gosto quando o texto é rebuscado.

      Excluir
  10. E uma pena que ainda não tive oportunidade de ler nenhuma das obras desta autora, mas fiquei bastante entusiasmada, já que ela entrou para um das suas autoras favoritas. O romance de época me pareceu bem construído, e com uma trama diferente do que vejo por aí, com a escrita envolvente, e flui de maneira satisfatória, por esses e outros fatores quero muito ler esse livro, e irei incluir na lista de desejados.

    Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros "O Casal que mora ao lado" e "Paris para um e outros contos".
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lana, eu adorei os romances da autora. Recomendo muito!

      Excluir
  11. Bom dia!
    O livro parece ser ótimo para os fãs do gênero, mas infelizmente não tenho interesse em lê-lo. Fico feliz que você tenha gostado e que a história e os personagens te conquistaram.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Amo romances de época, e este já vai para a minha lista! <3

    Visite meu blog!
    garotaeraumavez.blogspot.com.br
    Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jady, que bom. Eu também adoro os romances de época ;)

      Excluir
  13. Eu não sabia que essa autora tinha livros policiais também, só fui conhecer os livros dela esse ano. Eu já li Um amor para Lady Johanna, e simplesmente amei o livro, agora estou doida pra ler esse livro. A história dele também parece ser ótima, e super gostosa de ler. Tenho certeza de que vou amar *u*

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rafaela, eu adorei o livro da Lady Johanna, mas este eu gostei mais ainda ;)

      Excluir
  14. Boa noite!
    Geralmente não leio romances de época, só me interesso por um quando a premissa me parece bastante original. Infelizmente não achei a desse livro muito, então, acho que irei passar.
    Mas é bom saber que os personagens são bem construídos.
    Adorei conhecer um pouco mais sobre esse livro tão comentado e também sobre sua autora.

    ResponderExcluir
  15. Oi Gabi ;)
    Adorei sua resenha, mas confesso que não estou animada para ler o livro, pois li Um amor para Lady Johanna e não gostei muito.
    Apesar de amar livros de época, achei a personagem submissa demais, mesmo para os padrões da época. Pelo visto esse segundo volume segue do mesmo jeito, por isso não estou tão animada para lê-lo.
    Mas vou dar uma chance a esse livro, espero gostar mais do Duncan e da Madelyne.
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Isabela, então, eu gostei muito do livro "Um amor para Lady Johanna", porém, comparando os dois, eu gostei mais deste. O que eu mais gostei foi exatamente porque as mocinhas não são submissas. Elas deixam o marida acreditar que mandam em alguma coisa, mas no final quem decide são elas.

      Excluir
  16. Eu amo romances de época, mas nunca li nada dessa autora (acho os livros dela bem caros =P ). Estou com bastante vontade de ler esse livro e Um amor para Lady Johanna, os dois livros parecem ser ótimos e adoro o enredo deles. Eu não conhecia esses outros livros da autora, mas não sou muito fã de policiais, então não sei se iria gostar...
    Bjss ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Pamela, eu só li "Um amor para Lady Johanna" e este, ambos eu adorei. O policial dela eu ainda não li ;)

      Excluir
  17. Que? Como assim, o cara tá amarrado no quintal? ahuehauehauehua Isso me lembrou um tiquinho de One Piece haha
    achei interessante, um romance de vez em quando pra distrair e deixar o coraçao quentinho é sempre bom. Mas confesso que estou um pouco apreensiva em como vai ser tratado estupro nesse livro!
    Ah! E adorei a capa! Olha aquele castelinho <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Bruna, quanto ao estupro, apesar de ser uma situação muito ruim, a autora não aprofundou muito sobre essa questão.

      Excluir
  18. Oi, Gabi!!
    Gostei muito da premissa da estória sou muito fã de romances de época. Mas infelizmente até o momento não li nenhum livro dessa autora. Fiquei babando por essa capa.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  19. Olá Gabi, mesmo sendo fã declaradíssima de romance histórico, ando devendo com os publicados aqui no Br recentemente.é tanto livro p/ ler que vou deixando os lançamento para o fim da fila..Então, ainda não li nada dessa autora, mas já muito gente rasgando seda p/ ela rs' então deve ser boa mesmo! Amei o tipo de enredo que será, e só pela sua resenha gostei muito do mocinho, amo aqueles líderes com senso de honra...e entrando vingança no meio, deixa tudo mais interessante...o meu único receio é daqueles mocinhos tão, mais tão honrados e que colocam o bem estar do clã acima de todas as coisas, isso acabar atrapalhando seu relacionamento com a mocinha de forma muito negativa..esses tempos peguei um livro em que o mocinho pensava tanto e somente no clã, que eu queria entrar no livro e dar umas pancadas nele p/ acordar p/ a vida e pensar no lado sentimental da mocinha tb poxaa.

    Mas enfim, ameiii essa capa, a UdL acertou dessa vez no histórico, olha como ficou tão harmoniosa a figura da mocinha com a paisagem de fundo...Amei, muito linda.
    Doida p/ ler. Ótima resenha, bjusss

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário!