Tecnologia do Blogger.

05/08/2017

RESENHA – Gabriel (Katherine Laccom’t)

ATENÇÃO!
A obra resenhada apresenta cenas eróticas. Leitura não recomendada para menores de 18 anos.

Katherine Laccom’t
Ficha técnica:
Referência bibliográfica: LACCOM’T, Katherine. Gabriel – Trilogia Saints. 1ª edição. Belo Horizonte, Amazon, 2016. 213 páginas.
Gênero: Erotismo
Temas: Máfia
Categoria: Literatura Nacional
Série: Gabriel (Livro 1) e Raziel (Livro 2) e Elemiah (Livro 3)

 “Eu estou completamente entregue a ele, completamente e inegavelmente apaixonada por esse homem perigoso.”
Gabriel – Livro 1. (posição 2.593 - E-book via Amazon)



Queridos leitores, este livro compõe a trilogia Saints da autora brasileira Katherine Laccom´t. Este foi um romance erótico que apareceu para leitura no meu Kindle Unlimited (serviço da Amazon que oferece acesso ilimitado a um catálogo de milhares de e-books com uma assinatura mensal). Por ser publicação independente, confesso que não esperava muito dessa leitura (eu sei, isso é péssimo!). Contudo, preciso registrar aqui que foi uma surpresa agradável lê-lo.
Aqui vamos conhecer o Gabriel Archangelo Saints, presidente da empresa “Saints Worldwide”. Você, provavelmente, está se questionando sobre esse nome dele, mas tem uma explicação. A família dele, que era da máfia italiana, partiu para os Estados Unidos da América (poderia ter sido para o Brasil, já que a autora é brasileira, mas ela optou pelos gringos) com o intuito de fugir da polícia italiana. Todavia, ao chegar lá, o avô do Gabriel, Giuseppe, teve problemas com a máfia americana. Sendo assim, ele resolveu não participar de nenhuma máfia. Essa saída permitiria que ele não respondesse a nenhum outro Capo, além de garantir que as gerações futuras da sua linhagem pudessem ter uma vida “lícita” e tranquila.
Desta forma, o Giuseppe, juntamente com seus dois primos, criou uma empresa de segurança. Ao fazer isso, eles também trocaram o sobrenome de todos os membros da família, que passaram a ter o nome de anjos e a assinar como “Saints”.
Atualmente, o Gabriel (Gabe) é o líder da família, que conta com a ajuda dos seus primos, Raziel Keruvim e Elemiah Séraph, vice-presidentes e herdeiros da Saints Worldwide. Apesar dessa empresa ser de segurança, eles lidam com questões polêmicas que ao meu ver não são nada lícitas, contudo, não as comentarei aqui. Digamos apenas que são mafiosos com uma nova “roupagem”.
A nossa mocinha é a Micaylah (Mica) Victoria Arigliato, também descendente da máfia. Por conta da morte dos seus pais, quando ela ainda era criança, a moça foi criada pela família do Gabriel.
Apesar de ela ter sido criada pelos pais do Gabe, eles nunca se deram muito bem. Sempre discutiam. Porém, a Mica era a única que arriscava falar alguma coisa para ele, pois, normalmente, quem o insultava, que não era da família, ele matava sem dó nem piedade. Por conta de alguns problemas que aconteceram, a nossa mocinha se tornou a assistente pessoal dele. Claro que muitos barracos aconteceram entre esses dois.
Admito que achei o Gabriel um pouco mimado, com essa questão de: “Eu sou o todo poderoso, eu posso tudo...”. Além disso, gostei muito das atitudes da Micaylah, que tinha sempre uma resposta na ponta da língua e não baixava a cabeça para os insultos dele.
Apesar da história girar em torno dos dois, a autora acrescentou um pouco de mistério. Tendo em vista que há um perseguidor atrás da família Saints, que ficamos sem saber quem é o alvo dele.
O único ponto negativo do livro foi o final, haja vista que a autora acelerou muito o fim da história. Exemplo disso é que no livro todos eles se insultavam e aí de repente já estavam nas juras de amor.
A autora, Katherine Laccom´t, é natural de Maringá (PR), tem 33 anos, casada e mãe de duas filhas. Atualmente, reside no Rio de Janeiro e é escritora. Sempre gostou de romances e suspenses, mas os romances eróticos a conquistaram por serem intensos, quentes e dinâmicos. E, ao contrário do que muitos imaginam, a opção por um pseudônimo não é um esconderijo em função do gênero literário que escreve. Foi apenas para criar um universo particular, um lugar exclusivo para refugiar-se. Assim, em menos de dois anos, publicou sete livros, todos Best-sellers da Amazon. E foi premiada, pela Kindle Direct Publishing e Amazon, como a 3ª autora mais lida do Kindle Unlimited. Seus romances eróticos são lidos em diversos países do mundo, entre eles Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha e França.​
O livro é composto por 21 capítulos, além do prólogo e do epílogo. É narrado em primeira pessoa pelo ponto de vista da Micaylah e do Gabriel de uma forma linear cronológica.

Por fim, ressalto que a continuação desta história, “Raziel”, já está disponível para leitura no site da Amazon. Mais informações podem ser obtidas também no site da autora (http://www.katherinelaccomt.com.br).
Bibliografia de Katherine Laccom´t (ordem cronológica):
Gabriel
Livros:

  • Dono de mim – Métrica (2015) 
  • O Juiz – Amazon (2015) 
  • A Vitrine – Amazon (2016) 
  • Your Destiny – Amazon (2016) 
  • Veredicto Final – Amazon (2016) 
  • Devora-me – Amazon (2016) 
  • Tyler – Amazon (2016) 
  • Gabriel – Amazon (2016) 
  • Raziel – Amazon (2017) 
  • Elemiah – Amazon (2017)
Top Comentarista nº1: Clique para participar
Comentários
8 Comentários

8 comentários:

  1. Olá !!
    Gosto bastate de livros onde o mocinho é badboy e sendo da Máfia gosto mais ainda hahaha
    Faz tempo que não leio um livro desse tipo e bem que estou precisando rsrs.
    O ruim é que a autora acelerou o final, né?
    Apesar disso, vou sim dar uma chance ao livro !!
    Bjo

    ResponderExcluir
  2. Gabi!
    Gosto muito de romances do tipo e não conhecia a autora ou a história do livro que muito me chamou atenção, não apenas pelo romance, mais pelo mistério do perseguidor atrás de alguém da família Sa.nts.
    Uma pena o final ter sido tão corrido...
    Desejo um mês repleto de realizações e um ótimo final de semana!
    “A vida guarda a sabedoria do equilíbrio e nada acontece sem uma razão justa.” (Zíbia Gasparetto)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  3. Apesar de alguns pontinhos negativos, parece ser uma história bacana.
    O personagem parece ser bem quente e o romance parece ser bem construído.
    Não tinha ouvido falar dessa obra ainda, mas fiquei curiosa :)
    Quem sabe tenha a oportunidade de conferir essa história em breve.
    Beijos
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  4. Oi Gabi, tudo bem?
    Não gosto de romance erótico e histórias neste estilo. Acho um cúmulo o homem sempre ser o poderosão e a mulher ter que se sujeitar a ele, e ter que ser sua assistente ou coisas do tipo. Me interessei bastante foi pela biografia da autora, que legal uma moça tão jovem já estar publicando tantos livros e fazendo sucesso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Admito que romances nesse estilo não tem sido meu gênero favorito, estou mais na fase do romance sentimental do que do romance erótico, já li O Juiz da autora e adorei, também não esperava muito dele, mas gostei bastante, esse também parece ser muito bom, só não leria no momento, quem sabe em um futuro próximo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi! Eu não curto romances hot e infelizmente não me interesso pelo gênero. Confesso que é algo que me incomoda um pouco, uma história só centrada nisso. Enfim, mas pra quem gosta deve ser interessante. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Gabi!!
    Gostei bastante da resenha e essa é a primeira vez que ouvi falar dessa estória, achei bem interessante e sem dúvida assim que pintar uma chance vou ler sim essa indicação.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  8. Oi Gabi,
    Não conheço o livro, mas é o tipo de história que gosto de ler. Livros com máfia sempre rende uma trama bem legal de acompanhar, pois além do romance, a autora trás suspense e ação complementando o conjunto. Gabriel não é diferente de outros protagonistas do gênero e por ter dinheiro se acha o dono do mundo. Gostei que Mica não se deixa abalar pelas atitudes mimadas de Gabriel e dá umas boas respostas para ele. Mas construir uma história com elementos bons a serem explorados e não dedicar umas páginas a mais para fazer um bom final é decepcionante.

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário!