Tecnologia do Blogger.

30/08/2013

ENTREVISTA: Viviane Machado


Bom dia, leitores! E chegou o dia finalmente! Nossa entrevista com a Parceira da Academia Viviane Machado! Confiram a divertida entrevista que fizemos:


Academia: Sabemos que escritores em início de carreira passam por maus bocados. Quando você era iniciante, qual foi o “fora” mais perturbador que você recebeu de uma editora? Teve alguma consequência boa ou ruim?
Viviane: Hum, o fora mais perturbador...foi quando uma editora famosa quis publicar o livro Steph, a superhiperativa. Já estava tudo combinado, ele ia ser lançado nas escolas - um dos meus sonhos – e trabalhamos no livro por cerca de dois anos. Depois disso, recebi um email da editora dizendo que a linha de publicação havia mudado e já não estavam mais interessados. Isso doeu demais...tanto tempo de dedicação pra nada... L

Academia: E quando veio o primeiro sim? Como foi?
Viviane: Eu achei que era trote! Kkkkkkk Conforme a editora foi falando, comecei a ver que era sério...quase engasguei! Acho que tremi..rsrs

Academia: O que é mais difícil ao escrever um livro para você? Personagens... enredo... história... cenários?
Viviane: Começar! Hahaha! Todo mundo sabe o bloqueio que é pegar uma página em branco e pensar: aqui vai começar a história e tem que ser de um jeito que prenda o leitor...aiai! Cenários também é uma coisa muito tensa pra mim. Não gosto muito de descrição, no máximo em relação aos personagens, mas ainda assim às vezes tem que ser feito e não sei se descrevo bem.

Academia: Qual a inspiração para os seus personagens? Uma pessoa... algum outro personagem fictício... transpiração divina?
Viviane: Não sei dizer. Tiro inspiração de tudo. Das situações, das pessoas, dos lugares, dos jogos...é difícil saber exatamente como esse ou aquele personagem surgiu, mas acho que alguns tenho que agradecer meus amigos por isso! J

Academia: De um modo geral, quais são suas referências e suas fontes de inspiração?
Viviane: Livros, jogos, sonhos, piadas...rsrs


Academia: Livro escrito e publicado. Outros vêm em seguida. Anos depois você está relendo sua obra. Já teve vontade de mudar alguma coisa, algum desfecho, alguma batalha? 
Viviane: Minhas frases: “Eu não acredito que escrevi isso.” Olha, até que não ficou tão ruim. Será que sou ruim agora? Nem parece que fui eu que escrevi.” “Ai, que mico...eu disse isso mesmo?” “Que piada tosca. Será que alguém riu?” “Ele disse o quê? Kkkkkkkkkkkkkk!!”
Eu não tenho vontade de mudar nada. O que escrevi, está escrito. Às vezes a editora pede pra explicar melhor alguma parte e eu reescrevo, mas mudar mesmo me deixa louca da vida. 

Academia: O seu livro “Cavaleiros do RPG” foi renomeado como “Quem precisa de heróis”. Porque a mudança?
Viviane: Porque as pessoas que não conhecem RPG se assustam e acham que não vão entender. E já tive até que escutar: “É um livro sobre cavaleiros com problemas de coluna?”


Academia: A pegada de suas histórias puxa pelo cômico, isso todo mundo que deu uma espiada em seu trabalho já notou. Como funciona esse processo? Você é uma piadista nata? Alguém conta uma piada perto de você e você reproduz? Ou ainda, você é o alvo das piadas?
Viviane: Todas as respostas acima..heuehue. Muitas delas brotam do nada, eu acabo rindo sozinha e transcrevo. Às vezes algum amigo meu fala uma tremenda besteira e também transcrevo. Quando eu copio alguma piada de algum filme ou desenho, eu cito a fonte (mesmo que através de algum outro personagem). Antigamente eu era alvo de piadas, mas hoje em dia é só alguém me soltar uma piadinha que recebe uma resposta na hora. ¬¬  (Academia: anotação feita) 

Academia: Há poucos meses, aconteceu simultaneamente em todo o Brasil a Semana Nacional do Livro. Quais os resultados que o evento obteve em sua opinião de autora brasileira? O que você acha que pode ser melhorado na próxima edição do evento?
Viviane: Acho que foi um momento importantíssimo na nossa cultura. É muito difícil ver pessoas valorizando a literatura nacional. O pior é que nas pesquisas é mostrado que brasileiros leem pouco. Isso tudo foi uma grata surpresa e foi maravilhoso! O que pode ser melhorado: Podia ter um tempo muito maior! =)       

Academia: Literatura nacional. Qual a sua percepção sobre: trabalho dos autores, receptividade das editoras e a aceitação do público?
Viviane: Acho que a perspectiva vem mudando. Já existem autores nacionais que conquistaram seu espaço, pessoas que ajudam a divulgar e dão valor aos trabalhos e algumas editoras acordando pra ver que não é só trabalho bom que vem de fora. Muitos dos trabalhos aqui do Brasil são até melhores, só precisam de divulgação! =)

Academia: Qual autor você indicaria para ser nosso “Parceiro da Academia”?
Viviane: Hum...Camila Dornas, Karen Soarele...tem um monte na verdade! 

Academia: Projetos futuros? Pode falar, só vamos contar para... TODO MUNDO!
Viviane: Aah, projetos?? Tenho sim...muitos! Ainda bem que você não quer saber quais são..hehehe
Enfim...vamos dizer que há uma revista em quadrinhos vindo...;D (só fez foi deixar o povo mais curioso rs)


Bom pessoal, espero que tenham gostado da nossa entrevista. Mas se pensam que paramos por ai, estão enganados! Aguardem por mais curiosidades da nossa Autora Destaque.


Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Ótima entrevista e respostas Hahaha *_*

    ResponderExcluir
  2. Vida de escritor é complicada mas não deixa de ser divertida. E cada um tem sua história. É sempre ótimo conhecer um pouco da vida e da trajetória de cada um. Bjus, Chefa.

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário!