Tecnologia do Blogger.

24/12/2014

Livros para o Natal

As cidades já começam a se vestir para o Natal. Vitrines enfeitadas, luzes e cores!

Da mesma forma que existem aquelas pessoas que se sentem felizes fazendo listas de presentes para comprar no Natal, há também os aficionados por leitura que se realizam elaborando listas de livros que pretendem “devorar” aproveitando o clima da Natal.

A diferença entre essas duas categorias de consumidores é que aqueles que compram presentes deixam para fazer isso poucos dias antes do Natal, enquanto que os amantes da literatura optam por um planejamento mais minucioso, começando a elaborar a sua lista com meses de antecedência

Mas e você meu amigo, já pensou em dar um livro de presente? Já se questionou que livro poderia presentear no Natal? Um blog fez uma seleção de 10 obras que sugere/ajude a escolher uma boa história para ler em clima de Natal. Vamos conferir!?

As Duas Faces do Destino

O Expresso Polar (Chris Van Allsburg).

Na véspera de Natal, um menino ouve um barulho que vem do lado de fora de casa. Quando ele olha pela janela, descobre que há um enorme trem parado logo em frente: é o Expresso Polar, que irá conduzi-lo numa viagem de sonho e fantasia rumo ao Pólo Norte, residência oficial do Papai Noel. Marcado pela simplicidade da história e pelas magníficas ilustrações de Chris Van Allsburg, "O Expresso Polar" é um clássico natalino que nunca sai de moda, e que, apesar de ter sido lançado originalmente em 1985 e ter vendido milhões de cópias em todo o mundo, ainda hoje, quase vinte anos depois, é o atual nº 1 na lista dos mais vendidos do jornal New York Times.


As Duas Faces do Destino

Como o Grinch roubou o Natal (Dr. Seuss)

Encarnado por Jim Carrey no cinema, o Grinch é um dos personagens mais conhecidos de Dr. Seuss. Nervoso e emburrado, esse monstrinho não quer deixar as festas de fim de ano acontecerem: "O Grinch odiava o Natal! A véspera e toda aquela função!Por favor, não pergunte por quê. Ninguém sabe a razão.Talvez porque ele tivesse um parafuso a menos.Talvez, quem sabe, seus sapatos fossem muito pequenos.Mas eu acho que o motivo mais corretoÉ que ele não tinha o coração do tamanho certo.Mas,Qualquer que fosse a razão,Os sapatos ou o coração,Ele ficava, na noite natalina, odiando a Quem-fusão,Olhando de sua caverna, com uma careta grinchenta e azeda,Lá embaixo, na aldeia, as janelas acesas.Pois ele sabia que cada Quem daquele povinhoEstava ocupado, pendurando enfeites de azevinho."



As Duas Faces do Destino

A Cabana (William P. Young)

A filha mais nova de Mackenzie Allen Philip foi raptada durante as férias em família e há evidências de que ela foi brutalmente assassinada e abandonada numa cabana. Quatro anos mais tarde, Mack recebe uma nota suspeita, aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar àquela cabana para passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, ele segue numa tarde de inverno e volta a cenário de seu pior pesadelo. O que encontra lá muda sua vida para sempre. Num mundo em que religião parece tornar-se irrelevante, "A Cabana" invoca a pergunta: "Se Deus é tão poderoso e tão cheio de amor, por que não faz nada para amenizar a dor e o sofrimento do mundo?" As respostas encontradas por Mack surpreenderão você e, provavelmente, o transformarão tanto quanto ele.


As Duas Faces do Destino

Um Conto de Natal (Charles Dickens)

"Um Conto de Natal" do britânico Charles Dickens (1812-1870) é uma das histórias mais famosas da literatura ocidental. O enredo nos traz a figura de Ebenezer Scrooge, um avarento homem de negócios londrino, rabugento e solitário, que não demonstra um pingo de bons sentimentos e compaixão para com os outros. Scrooge não deixa que ninguém se aproxime e rompa a sua dura carapaça, preocupando-se apenas com os negócios, o dinheiro e os lucros. No anoitecer frio da véspera natalina, ele é visitado pelo fantasma de Jacob Marley (seu antigo sócio comercial, morto há sete anos) que o repreende e anuncia que Scrooge se prepare, pois será visitado por três espectros do seu próprio passado, presente e futuro... A história da redenção do velho Scrooge vêm comovendo adultos e crianças de todas as épocas. A história foi escrita entre outubro e novembro de 1843, para ser publicada em capítulos de jornal, com ilustrações de John Leech, em dezembro do mesmo ano. O enredo é familiar a todos: foi filmado várias vezes e televisionado; adaptado para o teatro e para crianças. Transformado em desenho animado e HQs. A figura e o personagem de Scrooge teve vários descendentes literários, um dos mais célebres é o Tio Patinhas de Walt Disney: "Uncle Scrooge McDuck" em inglês.


As Duas Faces do Destino

Médico de Homens e de Almas (Taylor Caldwell)


Bíblia apresenta São Lucas como o médico de coração generoso, bem instruído e autor de um dos evangelhos e do Livro de Atos. Lendas antigas o descrevem como uma pessoa fora do comum, a quem são atribuídos milagres e prodígios antes mesmo de sua conversão ao cristianismo. Em Médico de Homens e Almas, Taylor Caldwell combina estas duas imagens de São Lucas, caracterizado pela constante preocupação com o sofrimento de enfermos, oprimidos e pobres. A autora pesquisou a vida e as obras de Lucas, e as descreve de forma romanceada num livro de detalhes históricos.


As Duas Faces do Destino

Mistério de Natal (Jostein Gaarder)

Durante os 24 dias anteriores à noite de Natal, o menino Joaquim acompanha um grupo de peregrinos que voltam no tempo para chegar a Belém, onde vão homenagear um recém-nascido. Uma fábula sobre a tolerância, na qual o autor de O mundo de Sofia traça um roteiro histórico do cristianismo.








As Duas Faces do Destino

Milagre na Rua 34 (Valentine Davies)

Milagre na Rua 34 é um livro inspirador, que conta a história de uma menina que foi criada para não acreditar em milagres. Mas quando aparece em sua cidade um velhinho que afirma ser o verdadeiro papai noel, seu ponto de vista se transforma completamente.









As Duas Faces do Destino

O Homem que Inventou o Natal (Les Standiford)

Tão reconfortante quanto o conto de Scrooge, esta é a história de como um escritor e seu livro renovaram a data festiva mais importante do mundo ocidental. Pouco antes do Natal de 1843, um Charles Dickens desanimado e cheio de dívidas escreveu um pequeno livro com a esperança de acalmar seus credores. Os editores recusaram a obra e, por isso, Dickens usou o pouco dinheiro que tinha para lançar ele mesmo Um Conto de Natal, com medo que o livro representasse o fim de sua carreira como romancista. A obra imediatamente causou sensação e insuflou nova vida a uma data que caíra em desgraça, minado pelo persistente Puritanismo e pela fria modernidade da Revolução Industrial. Era uma época dura e lúgubre, em que havia uma necessidade desesperada de renovação espiritual. Uma época pronta para abraçar um livro que espalhava bênçãos para todo mundo. Les Standiford nos leva de volta à Inglaterra Vitoriana com afeto, inteligência e uma infusão de alegria natalina para revisitar o autor mais amado da época e acompanhar o nascimento do Natal como o que conhecemos hoje. O homem que inventou o Natal é uma leitura rica e proveitosa para Scrooges e afins.


As Duas Faces do Destino

Quando Chegar o Natal: Mensagens para Acolher Jesus (Padre Zeca)

Chama o leitor a refletir os salmos, tão conhecidos por conter palavras de força, coragem e consolo. O autor teve o cuidado de fazer observações sobre cada um deles.







As Duas Faces do Destino

As Crônicas de Nárnia - C.S.Lewis

Série de sete livros de romance para o público infantil, escrita pelo autor irlandês Clive Staples Lewis (conhecido simplesmente como C.S.Lewis.Livros:1º O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa;2º Príncipe Caspian; 3ºA Viagem do Peregrino da Alvorada ou A Viagem do Caminheiro da Alvorada; 4ºA Cadeira de Prata; 5ºO Cavalo e seu Menino; 6ºO Sobrinho do Mago e 7ºA Última Batalha.





Eu ainda acrescentaria nessa lista de Natal A saga Harry Potter, porque um bom natal não fica sem a magia de Hogwarts no natal ou até mesmo para quem curte o bom e revoltante As Crônicas de Gelo, pois seu natal não será o mesmo. Espero que essas sugestões lhe ajudem a escolher uma boa história para ler em clima de Natal. Deixem dicas de quais já leu ou qual indicaria para o Natal. Escolham, leiam, meditem e viajem! 



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário!