Tecnologia do Blogger.

31/10/2015

Especial: Top 5 Vampiros na Obra de André Vianco




 Olá pessoas.
                E então, preparados para o Halloween? Fantasias prontas? Filmes horripilantes a postos? Livros de meter medo na mesinha de cabeceira? Lembrando que fizemos uma listinha para ajudar vocês nesse último item (veja aqui).
                Por mais malignos e assustadores que sejam, alguns monstros e seres da noite nos cativam de forma inexplicável. Todo mundo tem o seu preferido. E os meus preferidos são os VAMPIROS!!! Adoro histórias de vampiros! Quando era criança e a novela Vamp estava sendo exibida na Globo pela primeira vez, eu amava (olha a pessoa entregando a idade =P). Arrumei uma caixa de papelão que tinha exatamente o meu tamanho sei lá onde, deitava dentro, dizia que era meu caixão e que eu era a Natasha. Só faltava o Vlad para a brincadeira ficar perfeita. Pois bem, eu cresci, me tornei adolescente e era louca por filmes e séries onde os dentuços eram protagonistas ou caçados pelos protagonistas. "Entrevista com o vampiro", "Garotos Perdidos", "Buffy" e "Angel" são alguns dos integrantes da lista nada pequena. Quando estava estudando para o vestibular, fui apresentada ao mestre Vianco e suas crias da noite e então o fantástico mundo dos vampiros na Literatura Brasileira se abriu para mim. E desde então me tornei super fã desse Contador de Histórias morador de Osasco.
O mestre André Vianco
                Aproveitando o clima de doces ou travessuras do Halloween, hoje vou compartilhar com vocês alguns dos meus vampiros preferidos na obra de ANDRÉ VIANCO. Mas antes tenho que avisar: gosto de vampiros tradicionais, aqueles bem poderosos, sedutores, ardilosos e macabros. Malvados, de preferência. Se for para ser bonzinho, tem que ser exceção na história, e não regra. Para mim, histórias de vampiros é sinônimo de sangue. Já deu pra sacar que não vou muito com a cara de livros como "Crepúsculo"  e companhia, né?
                Vem comigo. Deixa eu apresentar alguns dos sugadores de sangue mais legais que tive o prazer de conhecer.


***


5
 Samuel
Livro "O Senhor da Chuva" e trilogia "O Turno da Noite"
Samuel é um original, ou seja, um homem que se tornou um vampiro ao ser possuído por um demônio durante uma Batalha Negra. É interessante essa "origem" dos vampiros que o autor  propõe. Interessante também a maneira com ele aborda a questão do começo da "vida" de um vampiro. Samuel era um pacato fazendeiro, boa gente e muito amado pela esposa. Ao se tornar um vampiro, ele precisou aceitar sua nova condição e aprender sozinho as regras da sua nova não-vida. Obviamente ele teve que se adaptar, mas sua essência de homem bom não se perdeu. Assim, Samuel é discreto e comedido. Mata pela necessidade de se alimentar e não por sadismo ou prazer. E por ser um original, é mais forte que a média dos vampiros.

4
 Sétimo
Livros  "Os Sete" e "Sétimo"
Sétimo (sim, é o nome dele) é integrante de um grupo de sete vampiros que viviam num castelo às margens do Rio D'Ouro em Portugal a pouco mais de quinhentos anos atrás. Eles fizeram um pacto com o Diabo (o próprio) em troca de poderes muito além dos vampiros normais. O diabo aceitou e, como pagamento, um deles teria que servi-lo como escravo. Sétimo, por ser o mais jovem (foi transformado ainda adolescente) e por possuir desavenças com alguns dos outros, foi traído. Cada um dos seis restantes ganhou um poder a lá X-Men (só pra ter uma ideia, um deles produz e controla tempestades) e Sétimo foi enviado ao inferno. Acontece que o Diabo é traiçoeiro. Após 150 anos, considerou o pacto pago, devolveu Sétimo à Terra e, de quebra, o transformou no mais poderoso vampiro dos Sete. Resultado: ele voltou furioso e sedento por vingança pela traição. Os outros? Se pelam de medo dele. E com razão. Mas essa história é apenas narrada por um deles porque o livro se passa no presente, muitos anos depois de os Sete Vampiros terem sido capturados, trancafiados numa caixa de prata e enviados para o Brasil, onde ficaram séculos incógnitos no fundo do mar, submersos no navio naufragado.

3
 Guilherme,  o Inverno
Livros  "Os Sete" e "Sétimo"
Imagine aquele vampiro orgulhoso de ser um vampiro, que gosta de usar e abusar de seus dons sobrenaturais e que adora tocar o terror. Esse é Guilherme, o mais arrogante dos Sete Vampiros do D'Ouro. Por ser capaz de produzir gelo e nevascas, poder que ganhou ao fazer um pacto com o Diabo, recebeu a alcunha de Inverno. Foi o primeiro a acordar quando a caixa de prata em que estavam enclausurados foi resgatada do fundo do mar e aberta. E o cara chega chegando. Faz um estrago e tanto logo de primeira e seguiu por toda a história mostrando a que veio.

2
 Raquel
Trilogia "O Vampiro-Rei" e série "Crônicas do Fim do Mundo"
Raquel, a vampira caolha ruiva. Essa é aquela personagem que enche de orgulho a mulherada. Na trilogia "O Vampiro-Rei", 30 anos após os inexplicáveis eventos da Noite Maldita, ela se mostra como uma vampira forte, ardilosa e extremamente inteligente e estrategista. Por essas características, ela tornou-se a responsável por ensinar a arte da caça aos vampiros novatos do covil. Diferente da maioria, que somente se preocupavam em satisfazer sua sede de sangue, Raquel lutava a seu modo para consolidar a supremacia vampírica. No primeiro volume da série "Crônicas do Fim do Mundo", série que narra a Noite Maldita e os eventos subsequentes, ela é uma promotora e mãe dedicada que iria até as últimas consequências por seus filhos e pelo que julga certo, mostrando traços de sua personalidade forte que, mais tarde, a tornaria uma vampira tão letal.

1
 
Trilogia "O Turno da Noite"
Jó é "O" vampiro, o mais poderoso já criado por André Vianco. O português foi enviado na caravela de Cabral (sim, esse Cabral que você está pensado!) para ser trancafiado no seio da floresta virgem, tendo por guardiões pequenas, poderosas e ferozes criaturas reptilianas de cabelo de fogo e pés virados ao contrário (sim, exatamente esses que você está pensado!!). Isso tudo porque o cara era tão poderoso, mas tão poderoso, que havia se tornado uma ameaça. Não se sabe ao certo qual a idade de Jó. Sabe-se apenas que ele é muito antigo. Ao ser liberto, ele protagoniza eventos absolutamente fantásticos no centro de São Paulo, cenas de fazer cair o queixo.  Carismático, protetor e, até certo ponto, sentimental, Jó não é bom nem mau. Muito menos arrogante. Ele é sim poderoso o bastante para revelar sua existência aos humanos sem qualquer preocupação e oferecer abrigo e proteção aos vampiros que aceitarem suas regras. Não há como falar muito sobre Jó sem spoilers então, só vou dizer mais duas coisa: o cara é f*** pra c*** e não há nada nem ninguém que seja páreo para ele! Pode acreditar!

***

                E então, gostaram? Esses são os meus vampiros preferidos  do mestre Vianco. Confesso que precisei deixar alguns de fora da lista e tive certa dificuldade em definir a  ordem dos cinco eleitos. A única coisa inquestionável foi o posto de primeiríssimo  lugar do Jó.
                Já deu pra sacar que várias das séries de André Vianco se conectam entre si, certo? Se quiserem conhecer mais sobre os livros de fantástico escritor, clique nos títulos abaixo. Aproveitem para ler nossas resenhas da obra As Crônicas do Fim do Mundo: A Noite Maldita e O Caminho do Poço das Lágrimas clicando aqui e aqui.

Livros:


Livros Infantis:


HQs:

Clique aqui para saber como participar
Comentários
6 Comentários

6 comentários:

  1. Olá!!
    Gostei sim , não cohecia mais ja coloquei os livros em minha lista de desejos.
    Bjocas

    ResponderExcluir
  2. Oi Helkem, sua linda, tudo bem
    Nossa, seus vampiros preferidos são de dar medo mesmo, risos... Eu adoro vampiros, até mesmo os tradicionais, mas gosto mais quando a história se volta para o sobrenatural. Já vi que esse autor é muito forte, não brinca em serviço. Ainda leio um livro dele, não sei se vou gostar, mas vou dar uma chance. Adorei sua postagem.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá Helken, eu ainda não li nenhum livro do Andre Vianco, mas morro de vontade *-* Já li dezenas de comentários positivos sobre alguns livros do autor e com os seus comentários fiquei com mais vontade ainda de ler algo dele *-*

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  4. Helkem, eu não sou muito fã de vampiros, mas alguns até parecem agradáveis. Bem, dos livros om vampiros que você citou acima, nenhum foi lido por mim. Entretanto, minha curiosidade é imensa para Os Sete.

    ResponderExcluir
  5. Oiee!!!
    Adorava assistir Buffy, nostalgia total rs
    Faz tempinho que não leio algo com vampiros mesmo gostando muito, pois senti que o tema estava desgastado, mesmo assim confesso que morro de vontade de conhecer a escrita do Vianco que é tão bem criticada de uma forma positiva e seu top five só aguçou ainda mais minha curiosidade!!
    Morro de orgulho quando um autor nacional domina a área da fantasia!!
    Beijoa

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?

    Sempre tive vontade de conferir os livros do Vianco, mas depois que passou aquela onda de vampiros trazida por Crepúsculo e derivados, acabei tomando uma certa birra desse ser sobrenatural e tenho evitado pegar livros que abordam essa temática. Contudo, gostei muito do que descreveu sobre Sétimo e acho que ele seria um personagem que iria me cativar logo no começo, e isso me motivou a ler o livro o mais rápido possível. Vou ver se ganho de Natal.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário!