Tecnologia do Blogger.

10/05/2016

RESENHA - O Circo Mecânico Tresaulti (Genevieve Valentine)

Ficha técnica:
Referência bibliográfica: VALENTINE, Genevieve. O Circo Mecânico Tresaulti. 2ª edição. Rio de Janeiro, Darkside, 2016. 320 páginas.
Gênero: Steampunk
Temas: Guerras, Circo, morte, sobrevivência.
Categoria: Literatura estrangeira; Literatura Americana
Ano de lançamento: 2013 (1° edição) 2016 (2° edição)













“O Circo Mecânico de Tresaulti viaja por um amplo circuito. Nos dias de hoje não há o tipo de fronteiras que costumava haver, então qualquer um com a coragem e os meios pode atravessar de oceano a oceano.
Passaram-se décadas até que eles retornem a uma cidade, quando uma nova geração vem e assiste ao circo e revira os olhos a qualquer um que diga que é a mesma coisa, que é tudo igual.
(A maioria das pessoas não vive o suficiente para ver o circo duas vezes. Estes são tempos exaustivos).”
* O Circo Mecânico de Tresaulti (pág. 34).

               
Respeitável público, o Circo voltou!
Num mundo pós-apocalíptico, onde as pessoas não têm mais acesso às tecnologias de ponta, uma caravana circense leva esperança por onde passa. Os artistas são sobreviventes de guerra, que tiveram seus corpos mutilados reconstruídos com complexas estruturas mecânicas.
Ninguém se lembrava muito bem da guerra. Sabia-se porém que ela fora global. Talvez os registros tenham se perdido em meio à chuva de bombas, buracos de bala, cinzas e escombros do que sobrou do mundo. A história começa com uma apresentação das pessoas que trabalham e moram no circo itinerante. O mundo sofreu com a devastação em escala global e as pessoas agora sobrevivem como podem em um mundo de poucas alegrias e muito sofrimento.
Boss é a pessoa que comanda o circo. Uma mulher firme e matriarcal que mantém as engrenagens do espetáculo em pleno funcionamento (literalmente). Seu pupilo, Little George (um dos narradores) é o responsável por colar os cartazes e chamar o público para o circo. Muitos outros personagens são apresentados nesse primeiro momento da narrativa, com suas respectivas histórias de vida e funções dentro do picadeiro. Há também explicações de como o circo opera, como são feitas as apresentações, por onde e para onde o circo vai, como são as chamadas para atrair o público e até como funciona a hierarquia de comando dentro do circo. Nesse primeiro momento, a história gira ao redor de um item em particular: as asas do “Homem Alado”. Depois de um trágico acidente, seu dono faleceu, deixando o legado do homem que voava na memória dos que viram seus feitos. Alguns integrantes sentem saudades da época gloriosa do Homem Alado e outros desejam ser o próximo a usar as cobiçadas asas. Essa primeira parte da narrativa não me cativou tanto, pois senti que a leitura se arrastava. Algumas vezes cheguei a perder o foco, pois nada tão significativo acontecia na história. Isso mudou com a chegada do Homem do Governo.

Foto: Academia Literária DF / Ilustração de Wesley Rodrigues

(Este é o grande problema com pessoas de coração mole. Falta de controle.).
* O Circo Mecânico de Tresaulti (pág. 150).

Nesse segundo momento da história, o mundo pós-apocalíptico criado por Genevieve Valentine entra em cena. A ordem e a lei tentam se estabelecer novamente na figura do homem do governo. Pessoas (existem em algumas cidades que conseguem erguer um mínimo de ordem) que conseguiram se reunir para lutar por suas causas, que nunca eram altruístas, diga-se de passagem. E foi com a chegada dele que as engrenagens finalmente giraram e a história ganhou dinamismo. É na ameaça do Governo que descobrimos a verdadeira magia da obra. Pessoas que não tinham nada e encontraram no circo um lar e esperança. O medo fazendo-os tomarem decisões desesperadas em nome da salvação. E a ligação que todos têm com sua criadora e mãe (afinal, mãe é quem cuida, não acham?), Boss, fazendo-os enfrentar desafios que, sozinhos, não conseguiriam transpor.

“Pouco a pouco, Little George começa a despertar para o mundo de um jeito que não consegue explicar.
Ele não sabe que Ying nunca ficará mais velha; não sabe por que tem tanto cuidado para não irritar os irmãos Grimaldi. Ele não tem consciência, só está acordando.
Ele não sabe de nada ao certo; só vê que, quando o homem do governo vai embora, o circo se reúne em dois grupos para ver o que Boss fará: os que estão vivos e os que sobreviveram aos ossos”.
* O Circo Mecânico de Tresaulti (pág. 34).

Ilustração de Wesley Rodrigues

Alguns detalhes curiosos que certamente me chamaram atenção (e que não são spoilers): nenhum membro do circo é chamado por seu nome verdadeiro. Quando aceita um novo membro na trupe, Boss imediatamente “batiza” a pessoa com um novo nome, quer a pessoa goste ou não; é pouco provável que uma pessoa assista ao espetáculo duas vezes (se não for impossível). Isso porque o circo percorre, literalmente, o mundo inteiro, demorando décadas para retornar a mesma cidade (isso se a tal cidade sobreviveu para uma segunda visita). Boss mantém essa estratégia para sair do radar do governo, pois ela tem algo que todos eles cobiçam muito nesses tempos de guerra (quer saber? Leia o livro!); e por último, os integrantes do circo revestidos com o ossos de cobre têm vida prolongada, pois as partes mecânicas podem ser substituídas, transformando-os em pessoas praticamente imortais. 

Ilustração de Wesley Rodrigues

A obra é truncada, relatando os acontecimentos do presente e a história do Circo e de seus “funcionários” no passado. São dois narradores: um narrador observador em terceira pessoa e o narrador em primeira pessoa, na forma do personagem George, pupilo de Boss. E por conta disso, algumas vezes me perdi na história tentando identificar quem estava falando, pois não existem muitos elementos para encontrar logo de cara quem é o narrador. Os personagens são construídos ao longo da narrativa, e como são vários (sério, são muitos!) eu demorei um tempo considerável para guardar todos os nomes na memória. Um apêndice com o nome dos personagens ao final do livro poderia ter ajudado bastante nesse sentido. A revisão e formatação estão maravilhosas, nada a considerar. A diagramação então! Darkside mais uma vez entrega um livro de qualidade excepcional para seus leitores, com várias gravuras ao longo do livro desenhadas pelo ilustrador Wesley Rodrigues. A capa dispensa qualquer comentário e tem um significado muito forte para quem teve a oportunidade de ler a obra.
Genevieve Valentine já participou de várias coletâneas de novos autores e antologias ao lado de autores consagrados como Max Brooks, Kelly Link, Mira Grant e Joe McKinney. O Circo Mecânico Tresaulti, seu primeiro romance, ganhou o Crawford Award 2012 e foi indicado para o Prêmio Nebula. O conto “Light on the Water” foi indicado ao World Fantasia Award 2009 e outro conto, “Things to Know about Being Dead”, foi indicada ao Shirley Jackson Awards 2012. Contribui com sites de cultura pop e é amante insaciável de filmes B.
          O Circo Mecânico Tresaulti é uma obra fabulosa que transporta o leitor para um mundo onde a dor e o sofrimento caminham lado a lado com a esperança e a lealdade. Recomendo a obra para aqueles que gostam de histórias tocantes, que nos fazem refletir sobre a vida, a amizade, a lealdade e a confiança. Com personagens cativantes e cheios de vida própria, a obra é uma ótima pedida para leitores que querem se aventurar fora de sua zona de conforto e se entregarem de coração e alma aos encantos e desencantos de um Circo.
             Respeitável público, o show tem de continuar.



Bibliografia de GENEVIEVE VALENTINE (ordem cronológica):
  • O Circo Mecânico de Tresaulti (1º Edição) – DarkSideBooks (2013).
  • O Circo Mecânico de Tresaulti (2º Edição) – DarkSideBooks (2016).

Top Comentarista n°7: Clique para particiar

Tem promoção rolando! Clique na imagem para saber como participar!

Comentários
17 Comentários

17 comentários:

  1. Fiquei de ler a primeira edição e não consegui. Mas essa segunda já estou contando os dias para ter em mãos. É um livro muito bom, a história é super interessante e essa diagramação, as ilustrações e tal, dão uma beleza ainda maior à trama. Que experiencia gostosa deve ser a de ler esse livro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me conte o que achou quando ler Cristiane!!!!
      Beijos!

      Excluir
  2. Oioi! Tudo bem?
    Achei um luxo essa edição especial do livro O Circo Mecânico.
    E o melhor q paguei 10 reais em uma promoção.
    Ainda nao li, mas adorei conhecer mais do livro aqui no seu blog.
    Uma historia com certeza que nos faz sentir e se afeiçoar aos personagens.
    Vou ler com certeza!
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Suzzy! Também comprei em uma promoção nas Americanas por 10 reais *-*
      Espero que você goste da história.
      Beijos!

      Excluir
  3. ''Essa primeira parte da narrativa não me cativou tanto, pois senti que a leitura se arrastava.'' comigo foi meio que o contrário, o começo, e todo aquele mistério, me fez querer ler mais e mais e saber o que aconteceu no futuro. O livro é realmente muito bom, um cenário marcado pela guerra e um circo foi uma ideia genial! E as ilustrações? Confesso que passei um bom tempo apreciando todas e algumas vezes tentando descobrir quem era quem XD
    Um personagem que me cativou bastante foi o Panadrome, ele me tirou boas risadas.
    Enfim, ótimo livro, ótima resenha. o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! Realmente, Panadrome é um personagem singular e sua história com Boss é de tirar o chapéu.
      Obrigado pelas palavras!
      Beijos

      Excluir
  4. Oiee,
    Esse é só um dos vários livros da DarkSide que eu quero muito. Li outra resenha desse livro e fiquei "mds, essa historia é maravilhosa" e com a sua resenha só me confirmou, quando eu puder sem duvida comprarei.

    Abraços!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Hey, Luciano, tudo bem?

    Menino, eu não dava nada pra esse livro, pois não sou muito fã de Steampunk. Então, apesar de achar a capa e todo o trabalho de ilustração maravilhosos, acabei deixando pra lá.
    Mas agora, com sua resenha, você me fez reconsiderar essa decisão.
    Quero ler o livro, sim! rsrs
    Assim que surgir uma oportunidade.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Fico arrasada só de pensar que ainda não consegui comprar esse livro, mais propriamente essa nova versão que está estupenda. Cada vez que leio uma resenha, fico angustiada por não ter lido também. Sua resenha está perfeita, e adorei as ilustrações.
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Eu tenho a edição paperback e a obra está na minha estante já há alguns anos (vergonha) e estou bem curiosa com a leitura, espero gostar bastante. Sua resenha ficou bem completa!
    Beijos,
    Andy - http://www.starbooks.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá. Obrigada por sua resenha, perfeita, na medida certa! Ainda não tenho esse livro...mas quero muito! Que capa linda! A história é realmente cativante e as ilustrações são outro ponto positivo da obra. Sempre leio resenhas e comentários a respeito desse livro e cada vez mais fico louca para ler. Espero que em breve possa mergulhar nesse mundo do Circo, com todos seus encantamentos e tristezas também. Abraços

    ResponderExcluir
  9. Oie,
    Sua resenha foi extremamente genial!! Fiquei muito curiosa pra conhecer mais sobre o livro e a história, apesar de achar que essa historia de ninguém saber ao certo sobre a guerra ser um pouco estranho...
    Parabéns pela resenha!
    Beijos
    Blog Relicário de Papel
    relicariodepapel.wordpress.com

    ResponderExcluir
  10. Eu tenho a capa antiga desse livro e fiquei apaixonada por essa nova edição. Queria muito colocar ela na minha estante. A Dark sempre surpreende com as suas publicações.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Essa frase me ganhou:
    "Recomendo a obra para aqueles que gostam de histórias tocantes, que nos fazem refletir sobre a vida, a amizade, a lealdade e a confiança."

    Sou eu inteiriinha! Gosto de ler o que me faz pensar na vida, o universo e tudo mais xD
    Achei a resenha interessante e já estou participando da promoção. Como eu vou ganhar o livro (RÁ!) já vou me preparar psicologicamente para o início lento, amém!
    Hahahahahaha

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia o livro!! E só pela capa ele já meio que nos cativa!! A resenha ficou ótima e me interessei pelo livro!! Já quero ler!!

    ResponderExcluir
  13. Só pela capa já dá vontade de ler o livro!! A história parece ser bem interessante!!

    ResponderExcluir
  14. Darkside e suas edições perfeitas!
    Tanto luxo que também derrete meu coração.
    Gostei muito da sua resenha, ficarei na torcida para ser sorteado!
    Abraço

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário!