Tecnologia do Blogger.

27/08/2016

RESENHA - O ar que ele respira (Brittainy C. Cherry)

Brittainy C. Cherry
Ficha técnica:
Referência bibliográfica: CHERRY, Brittainy C. O ar que ele respira. 1ª edição. Rio de Janeiro, Record, 2016. Tradução: Meire Dias. 308 páginas.
Gênero: Romance, Drama
Temas: Vizinhos, acidente de carro, família
Categoria: Literatura Estrangeira; Literatura Americana
Ano de lançamento: 2015 nos Estados Unidos da América e 2016 no Brasil
Série: O ar que ele respira (Livro 1)

“Nenhuma alma gêmea deixa esse mundo sozinha. Ela sempre leva consigo um pedaço de sua outra metade.”
O ar que ele respira – Livro 1 (posição 155 – 3% – de 4.426 - E-book via Amazon)






Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim.
Queridos leitores, a Elizabeth (Liz) ficou arrasada com a morte do seu marido, e a única forma que ela encontrou para seguir com a sua vida foi se dedicar, ainda mais, a sua filha de 5 anos, Emma. Após o acidente, a Liz decidiu passar um tempo com a mãe dela, Hannah. Só que a mãe dela, que também havia perdido o marido quando a Liz ainda era criança, se tornou uma vadia (palavras da Liz, não minha), e isso foi bem ruim para ela, pois a mãe sempre aparecia com um namorado diferente. Depois de a mãe apresentar o mais “novo” namorado, a Liz decidiu que era hora de retornar para sua casa e tentar reconstruir a sua vida. Porém, ela não contava que se depararia com um novo vizinho.
O Tristan, no início, foi muito grosseiro com ela. Na realidade não só com ela, mas com toda a vizinhança. Para falar a verdade, várias vezes me deu vontade de mandá-lo ir “catar coquinho”, por conta das grosseiras e chatices dele. Mas, acho que a Liz foi uma santa por, mesmo com tanta falta de educação, tentar se aproximar dele, mesmo que todos na cidade a aconselhassem a não se aproximar dele.
Os dois estavam em luto, só que cada um lidava com isso de uma forma diferente. O Tristan havia perdido a esposa e um filho. Isso o deixou devastado, tanto que não conseguia nem se relacionar mais com as pessoas, inclusive com os próprios pais. Com a chegada da Liz, ele teve que sair da sua “bolha” de solidão para começar a interagir com uma vizinha intrometida e sua filha.
O que achei legal no livro foi como o relacionamento deles se iniciou, e como, no decorrer da história, eles entraram em conflito com o sentimento que surgiu entre eles.
Uma das minhas personagens favoritas do livro foi a Emma.  Foi uma das crianças mais fofas que eu já conheci na literatura. A melhor amiga da Liz, Faye, também é uma figura com a sua forma de pensar. A autora desenvolveu bem os personagens secundários.
Gostei muito da leitura, mas confesso que esperava um pouco mais. Talvez porque eu tenha gostado muito do outro livro da autora, Sr. Daniels. Além disso, fiquei com algumas perguntas na minha cabeça sobre alguns pontos do acidente que envolveu o marido da Liz. Mas, não posso comentá-las aqui para não soltar nenhum spoiler. Contudo, recomendo a leitura, porque ela vai mexer com os seus sentimentos. Tanto é que me peguei lendo de madrugada, sem conseguir parar.
A autora do livro, Brittainy C. Cherry, é formada em artes cênicas, com especialização em escrita criativa pela Carroll University, em Wisconsin. Quando não está escrevendo, adora brincar com seus bichinhos de estimação. Ela mora com a família em Milwaukee, Wisconsin. Para saber mais sobre a autora, clique aqui.
Por fim, ressalto que o livro é narrado em primeira pessoa, pelo ponto de vista da Liz e do Tristan. Sendo que a narrativa é intercalada entre o passado, o que aconteceu no acidente que envolveu as famílias deles, e o presente. Possui 45 capítulos, além do prólogo e do epílogo.  Além disso, ele é o primeiro volume da série “Elementos”, composta por quatro livros, cada um envolvendo um elemento da natureza (ar, fogo, terra e água), sendo que com histórias e casais diferentes. O segundo livro será o elemento do “Fogo”, protagonizado pelo casal Logan e Alyssa, já lançado no exterior.
Bibliografia de BRITTAINY C. CHERRY (ordem cronológica):

O ar que ele respira
Copyright © Brittainy C. Cherry Books
Livros:

     Sr. Daniels – Record (2015)
     O Ar que ele respira – série Elementos – Record (2016)
     The Fire Between High & Lo - série Elementos – Não há previsão de lançamento no Brasil
     The Silent Waters - série Elementos – Não há previsão de lançamento no Brasil
     The Space in Between – Não há previsão de lançamento no Brasil
     Art & Soul – Não há previsão de lançamento no Brasil
     Our Totally, Ridiculous, Made-up Christmas Relationship – Não há previsão de lançamento no Brasil
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Quero muito ler esse livro, mas estou tentando conter essa ansiedade e expectativa. Porque amei o outro dela também e sei lá, não é muito bom esperar demais assim. Só que espero demais dele de qualquer forma xD
    Parece ser bem triste, intenso. Verdadeiro. Com esses dois personagens quebrados...acho que tem aí uma boa história de recomeços, perdão e amor. Aceitar que coisas ruins acontecem, mas superar e tentar ser feliz de novo... Me deu a impressão de ser um livro assim.
    Ele pode mexer com os sentimentos mesmo. Espero que faça isso, porque é o que mais me chama atenção para lê-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Cristiane, eu esperava um pouquinho mais dele, mas, a leitura foi muito boa. Com certeza ele mexerá com os seus sentimentos ;)

      Excluir

Deixe o seu comentário!