Tecnologia do Blogger.

13/09/2016

RESENHA - Pecados no inverno (Lisa Kleypas)

Ficha técnica:
Referência bibliográfica: KLEYPAS, Lisa; tradução de Maria Clara de Biase. Pecados no inverno. 1ª edição. São Paulo: Arqueiro, 2016. 256 páginas.
Gênero: Romance de época.
Temas: Sociedade londrina. Século XIX.
Categoria: Literatura norte-americana.
Ano de lançamento: 2016.
Série: Segredos de uma noite de verão (livro 1); Era uma vez no outono (livro 2); Pecados no inverno (livro 3).








“Sebastian, que nunca temera nada, estava apavorado com o poder de Evie sobre ele. Não compreendia seu desejo de tê-la ao seu lado o tempo todo. Ansiava pelo toque da esposa. Sua pele parecia absorver cada carícia de Evie como se pudesse torná-la parte do seu corpo. Isso era diferente de um mero desejo sexual. Era algum tipo de vício patético para o qual não parecia haver cura.”
*Pecados no inverno (pág. 199).

Em meio ao desespero de permanecer para sempre com a família que a maltratava, Evangeline Jenner encontra uma luz no fim do túnel ao imaginar que pode se casar para ganhar a liberdade. A moça rica só deseja ficar ao lado dos pais nos últimos momentos dele – o que, morando com os tios, é impossível.
Ela propõe a St. Vicent um casamento de fachada – assim, ela poderá ser livre. O aristocrata – que não faz nada da vida além de conquistar mulheres – se interessa pela proposta por conta da herança que Evie deve receber após a morte do pai. Os dois, então, seguem às pressas para uma cidadezinha da Escócia para se casarem. A relação de ambos passa a se modificar ao passo em que se conhecem mais. Esse poderia ser o começo do amor para Sebastian e o início de uma vida segura para Evie?
Bem, cá estamos com uma nova e surpreendente história de Lisa Kleypas. Após a aventura e dificuldades sociais enfrentadas por Annabelle e Simon Hunt, e a inesperada paixão entre a americana Lillian e Marcus Mardsen – enredo do primeiro e do segundo livro da série “As Quatro Estações do Amor”, respectivamente – nos deparamos com uma história diferente: Evie precisa se casar para fugir das armadilhas da família maldosa que a aprisiona. Apesar do romance entre uma moça recatada e bela com um aristocrata cafajeste não ser nenhuma novidade, os dois protagonistas me cativaram.
"Não era fácil confiar em um homem como ele sem se sentir uma tola." (Pecados no inverno, pág. 221)
Uma das novidades do enredo do terceiro livro da série é a sequência dramática de cenas de ação. Isso mesmo: ação. A mistura de ação e romance de época, combinados com a narrativa empolgante da autora garantiu o sucesso da trama. Um exemplo das cenas de ação é a atitude nobre que St. Vicent toma e que gera graves consequências para ele: é neste ponto que tudo muda. Em “Era uma vez no outono”, St. Vicent era o vilão que aterrorizava a vida das pessoas – ele inclusive sequestrou uma das quatro protagonistas da série. Em “Pecados no inverno”, porém, passamos a conhecer uma face surpreendente dele.
Nesta obra somos apresentados a bela transformação de caráter e redenção de Sebastian. Um dos pontos altos de “Pecados no inverno” é a superação e força que Evie descobre ao desenrolar da trama. Acho que esse é o ponto chave do livro: o empoderamento de Evie, a gaga e a mais tímida das quatro amigas da série. Ela e Sebastian se completam de forma inexplicável, não só na questão de sedução (um método frequentemente utilizados por Lisa Kleypas nessa série para conquistar o leitor, e por outros autores de romances de época em geral), e se conectam por meio de profundos sentimentos.
A ação é o ponto chave da obra, mas também o pecado da autora. Durante o enredo conhecemos o “vilão” da história – não vou falar muito sobre ele para evitar spoilers –, que, além de ser repugnante, é um personagem fraco. Não acho que ele deveria ganhar tanto espaço e influência na trama. As cenas protagonizadas por ele são as que me deram aquela preguiça de seguir em frente com a leitura. 
 “Pecados no inverno” é narrado em terceira pessoa, por um narrador onisciente. O livro é bem fluido e a tradução permite fácil entendimento. O foco da trama é o desenrolar do romance entre Sebastian e Evie, bem como as mudanças que a relação traz para cada personagem. A relação temporal da trama é linear, com pouquíssimas analepses. Todas as capas da série são fantásticas, e essa ganha no quesito beleza por destacar características da protagonista: Evie é ruiva e tem sardas, como a modelo que estampa a capa.
Lisa Kleypas é autora de 40 romances, que foram posteriormente traduzidos para 28 idiomas. Atualmente, ela reside em Washington, nos Estados Unidos, com o marido e dois filhos. A série mais conhecida da autora no Brasil é Os Hathaways, com cinco títulos publicados pela Arqueiro.
Atenção: esse é um livro extremamente romântico e possui inúmeros clichês, se você não curte, não leia. A série se baseia nas quatro amigas (Annabelle, Lillian, Evie e Daisy) que eram solteironas que não conseguiam arranjar um casamento. Elas, então, se unem para materializarem os desejos de arrumarem “bons maridos”. Com o livro 3 – casamento de Evie – sobra Daisy, a caçula americana brincalhona e protagonista do próximo livro. Estou ansiosa para ler “Escândalos na primavera”, mas triste por esse ser o último livro da série. Acredito que será difícil Lisa Kleypas superar a trama de “Pecados no inverno”, mas não descarto uma surpresa. Para quem não leu o primeiro livro da série, essa é uma boa oportunidade de conhecer a sequência de “As quatro estações do amor”.



Bibliografia de NOME DO AUTOR (ordem cronológica):

Obs: Como a autora tem diversos livros publicados, optamos por colocar o link do skoob da autora, que pode ser acessado abaixo.

Lisa Kleypas no Skoob


Top comentarista nº7: Clique para participar
Comentários
6 Comentários

6 comentários:

  1. Já li o primeiro livro da série e amei.
    A escrita da Lisa é muito envolvente e já se tornou uma das minhas escritoras favoritas.
    Adoro romances de época e essa série não fica atrás.
    Estou louca pra ler o segundo e esse terceiro.
    Parecem ser ótimas leituras.
    Confesso que nem li ainda, mas já considero pakas haha
    Espero conhecer as sequências em breve, já estão na minha listinha de desejados <3
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  2. Oi Isadora,
    Amo as capas dessa série, são um arraso! Romance de época é meu gênero literário favorito ♥ e essa série está na lista de desejados, e apesar de que no inicio estava programando somente iniciar a leitura após o lançamento do quarto livro, pelo jeito não vou conseguir cumprir isso não hahaha. Já li outras resenhas que elogiam muito esse livro, que é o melhor da série até o momento, e agora depois de saber um pouco mais como será essa história tão apaixonante o sentimento é de que preciso iniciar a leitura dessa série pra ontem.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Não li nenhum, mas essa série já ganhou de graça minha simpatia. Eu acho a capa linda, e como você bem descreveu faz jus à imagem que é descrita no livor sobre a Evie. Também já sinto um certo carinho por ela, esse tipo de personagem me encanta, mesmo com as situações clichês que acabamos encontrando no desenrolar da trama. Adorei sua resenha! (imagine aí quando eu ler)

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li nada da Lisa Kleypas mas vontade não me falta!
    Já coloquei quase todos os livros dela nos meus desejados no skoob, se tratando de romance de época eu quero ler de qualquer jeito! rs
    Depois dos Brigertons, me apaixonei pro romances de época. E olha que faltam os dois últimos ainda pra eu ler!
    Me interessei muito por essa série, espero ter a oportunidade de ler!
    Boa e breve resenha! =]

    ResponderExcluir
  5. Oi..
    Ainda nao li nenhum livro da serie mas com certeza pretendo em breve,e como o livro tem muito romance ,apesar de conter bastantes cliches, ainda assim quero muito ler..
    Um abraço e muito sucesso :)

    ResponderExcluir
  6. Amei a resenha, só aumentou a minha vontade de ler a série, não li nenhum livro da Lisa ainda gente, mas preciso ler o mais breve possível, Evie por mais que seja a mais tímida do grupo para mim se transformou a mais corajosa, já que é ela que vai atras e propõem o acordo do casamento, como eu amo clichê, tenho certeza de que irei gostar do livro.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário!