Tecnologia do Blogger.

01/11/2016

RESENHA – Poseidon (Anna Banks)

ANNA BANKS
Ficha técnica:
Referência bibliográfica: BANKS, Anna. Poseidon: O Legado de Syrena. 1ª edição. São Paulo, Novo Conceito, 2014. Tradução: Carolina Caires Coelho. 288 páginas.
Gênero: Fantasia e Young Adults (YA)
Temas: Mitologia grega
Categoria: Literatura Estrangeira; Literatura norte-americana
Ano de lançamento: 2014 no Brasil
Série:  Poseidon: O Legado de Syrena (Livro 1)

“Alguns seres humanos passam a vida toda fazendo algo que não é o que parece ser”.
Poseidon: O Legado de Syrena – Livro 1. (posição 2.250 – 55% – de 4.086 páginas - E-book via Amazon)






Além da beleza fora do comum, com seu cabelo quase branco e seus olhos cor de violeta, Emma chama a atenção por ser um pouco desajeitada. Ela não se sente muito à vontade em lugar nenhum, e não sabe que sua misteriosa origem é a fonte dessa sensação.
Galen, príncipe dos Syrenas, vasculha a terra procurando uma garota especial, capaz de se comunicar com os peixes — e que poderá salvar seu reino. Quando ele se encontra com Emma, a conexão é imediata: embora não saiba, Emma parece ter o dom que Galen procura.
Cabe ao príncipe convencer a teimosa Emma a enfrentar sua real natureza e aceitar o desafio. E nada pode impedi-lo de alcançar seu objetivo.
Queridos leitores, este livro estava parado já há algum tempo na minha estante. Como nunca havia dado bola para ele, resolvi dar uma chance. Se você me perguntar se eu gostei, sim, eu gostei. Porém, não foi aquele livro que me fez suspirar ou ansiar para ler sua continuação. Até porque não sei se a editora publicará a sequência dele no Brasil, tendo em vista que ele foi lançado em 2014 e até agora ela não chegou aqui.
A Emma estava de férias na Flórida com a sua melhor amiga, Chloe. Ao passearem pela praia, ela esbarrou em um cara bem gato, e os dois sentiram um formigamento muito estranho na pele, mas até aí tudo bem.
Depois disso, a Emma e a Chloe foram surfar, mas o que a Emma não esperava era que sua melhor amiga seria morta por um tubarão. Ela tentou de todas as formas desvencilhá-la do animal, mas não teve jeito.
Já o Galen, que é um príncipe da família de Tritão, de uma espécie mitológica denominada Syrenas, vulgo “sereias” (apesar de eles não gostarem de ser chamados assim), suspeitou que a Emma também fosse da sua espécie, e não uma humana, por conta da cor violeta dos olhos dela. Porém, a cor da pele gerava uma dúvida, já que a garota era muito branca e os Syrenas tinham uma pele morena.
Quando ele percebeu o que estava acontecendo no mar com as duas garotas, o Galen se transformou – quando os Syrenas estão no mar, as suas pernas viram barbatanas. Quando se aproximou já era tarde demais, a Chloe já estava morta. Porém, ele viu como a Emma agiu com o tubarão. Desta forma, suas suspeitas de que ela não era humana aumentaram mais ainda.
Como ele era um embaixador do seu reino na terra, ele tinha a missão de encontrar a única herdeira da família de Poseidon. Essa missão tinha como objetivo cumprir uma lei que exigia que o herdeiro primogênito de cada família se acasalasse a cada três gerações, para garantir que os dons das famílias fossem passados para as gerações seguintes, com a finalidade de garantir a sobrevivência de toda a espécie. Você, provavelmente, está se questionando sobre como eles faziam para garantir a sobrevivência da espécie nas outras gerações intermediárias, entre outras perguntas. Então, não vou mentir. Também não sei. A autora deixou um vácuo muito grande sobre a espécie. 
Ainda mais, ressalto que o dom de Poseidon dava a possibilidade de se comunicar com os animais aquáticos. Já o dom de Tritão se relacionava com o controle do mar.
O único problema para Galen é que o primogênito da sua família era o seu irmão mais velho, Grom. E ele não sabia o que faria se aquela garota teimosa e divertida, pela qual ele se apaixonou ao longo da história, tivesse que se acasalar com o seu irmão.
Acredito que esse livro tinha tudo para ser “o livro do ano”, mas, infelizmente, ele deixou a desejar em alguns quesitos do enredo. Exemplo disso, é que a trama acontece na terra, e não no mar, como era o esperado. Fui com muita expectativa em conhecer esses seres, como eles viviam, e como eles surgiram. Mas, a autora deixou um buraco enorme nas explicações. 
Agora, se você me perguntar se eu continuaria a ler a série (se ela for lançada, coisa que acho que não vai acontecer) eu diria que sim. Por conta de como terminou a primeira parte. Apesar de tudo eu gostei dos personagens principais e dos secundários.
A Anna Banks, autora do livro, formou-se na Niceville High School. Escrever, para ela, é um momento em que se permite contar mentiras. Além dos livros para jovens adultos, a autora escreve ficção adulta, sob o pseudônimo Anna Scarlett. A série O Legado de Syrena está na lista de best-sellers do jornal The  New York Times.
O livro possui 26 capítulos, é narrado em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Emma, e em terceira pessoa, e pelo ponto de vista do Galen, o que é bom, pois nos permite perceber as atitudes dos dois personagens.
No site da editora está disponível um booktrailer, para acessar clique aqui.
Poseidon

Bibliografia de ANNA BANKS (ordem cronológica):


Livros:
  • Poseidon – Novo Conceito (2014)
  • Of Triton – sem previsão para publicação no Brasil
  • Of Neptune – sem previsão para publicação no Brasil
Comentários
10 Comentários

10 comentários:

  1. Gabi!
    Tive a oportunidade de ler esse livro há uns dois anos, logo em seu nascimento e apesar de ter gostado, senti falta também do lado marítimo ter sido pouco abordado e até hoje espero a continuação, mas acredito que pela Novo Conceito não sairá mais...
    "O conhecimento chega, mas a sabedoria demora."(Alfred Tennyson)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rudynalva, também acho que não vai sair :(

      Excluir
  2. De fato, esse livro tinha tudo para ser o livro do ano mesmo, tem uma história interessante e que eu me lembre, nunca vi algo parecido. Aliás, eu nem mesmo li algo relacionado com mitologia. De qualquer maneira, não irei arriscar começar a ler a série, tenho fugido de livros que não são únicos.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Eduarda, o ruim de série é isso, nunca se sabe se a continuação será publicada :(

      Excluir
  3. Olá Gabi!
    Adorei sua resenha, o livro tem uma capa perfeita e um enredo mto bacana. Vou qrer conferir com toda ctz!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Sou completamente apaixonada por mitologia! Poseidon não é tanto meu amor, mas até gosto rsrs nunca li nenhum livro com sereias e achei a história interessante. O que desanima um pouco é não ter a certeza que vai continuar sendo publicado no Brasil. Espero que ela fique com o Galen, e não com seu irmão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Thaynara, esse é o lado ruim das séries, a incerteza de não ter a continuação ;)

      Excluir
  5. Oi, Gabi!
    Fiquei surpresa de saber que esse livro possuía continuações, pois me lembro de ter visto o lançamento dele há um bom tempo atrás e nunca mais ter visto nada relacionado. Achei que o ponto interessante foi o tal acasalamento necessário pra sobrevivência da espécie, mas é uma pena que a autora não tenha explorado isso melhor. Considerando que as continuações não vão mais aparecer por aqui, fiquei ainda menos interessada :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Luciana, esse é sempre o lado ruim das séries. Pessoalmente, sempre fico na incerteza se elas serão continuadas :/

      Excluir

Deixe o seu comentário!