Tecnologia do Blogger.

10/01/2017

RESENHA - Além-mundos (Scott Westerfeld)

Ficha técnica:
Referência bibliográfica: WESTERFELD, Scott. Além Mundos. 1ª edição, Rio de Janeiro, Galera Record, 2016. Tradução de Giu Alonso, 554 páginas.
Gênero: Drama
Temas: A morte, vida adulta, mundo literário, amor
Categoria: Literatura estrangeira; Literatura norte-americana
Ano de lançamento: 2016.














“Em um livro você sempre sabia o momento em que algo Acontecia, em que alguém mudava. Mas a vida real era cheia de transformações graduais, contínuas, fragmentada. ”
*Além-Mundos (pág.266).

Acabei de reler alguns trechos do livro, portanto, acabo de me recordar o porquê de ter que ler com prazos pode ser a pior tortura do mundo. Lendo isso você pensa: Caramba, ela teve um prazo extremamente apertado para ler livro. Bem, na realidade não, tive bem uns três meses ou mais, cheguei a perder as contas, a questão é que se pudesse levaria um ano inteiro para lê-lo, pois ele é sensacional e não gostaria de modo algum que terminasse, poderia ser eterno.
Ok, depois desse pequeno drama, kkk, vamos ao que interessa:
Imagine escrever 60 mil palavras em um mês. Pois é, já que estávamos falando de prazo, é um prazo bem curto para a produção de um livro inteiro. Darcy Patel conquistou esse feito um pouco antes de terminar o seu Ensino Médio, ou seja, ela é incrivelmente nova e acaba de conseguir o que muitos por aí desejam: concluir um livro e assinar um contrato com uma editora. Sua obra é sobre Lizzie e o seu mundo, ou melhor, seus mundos. Após sobreviver a um atentado terrorista, a protagonista de Darcy passa a tentar entender e conhecer o Além-Mundo, um lugar onde as lembranças e almas se remexem e tentam não ser esquecidas. O drama de Darcy? Ela tem que contar para os pais que decidiu deixar a faculdade de lado por um ano para viver em Nova York como uma escritora a ser publicada, não é nem de longe uma notícia fácil de se dar. E bem, o destino e toda a trama de Lizzie só dependem de Darcy, não que isso também não seja algo complicado.
Sim, é isso mesmo, são praticamente dois livros em um. As histórias de Darcy e Lizzie são contadas simultaneamente em 42 capítulos intercalados. Estejam certos de que essa é a melhor e a pior coisa do livro. A melhor, pois, por vezes nos capítulos da Darcy você entenderá melhor o que acontece nos da Lizzie, e a pior porque não será possível parar de ler.



A obra tem 544 páginas, sem contar os agradecimentos, é um tanto grande, mas em compensação a narrativa é fluida, o que faz de lê-lo uma verdadeira diversão. Recheado de assuntos interessantes, o livro é como uma vida à parte, tudo é ficcional, mas parece tão verdade que o próprio John Green concorda:

“Não reconheço a mim ou a nenhum de meus amigos neste livro. Bem, a não ser nas partes que são verdade. E as partes que não são, certamente PODERIAM ter acontecido. Mas não, não. É tudo mentira.”
- John Green

Entre esses assuntos de que falo, temos a problemática da morte que está presente em todo o decorrer da história que se passa no Além-Mundo. O que desaparece após a tão temida morte? O que permanece? E se permanece, é para sempre? Tudo isso é discutido e remoído por entre as páginas.
Já no mundo da Darcy, que seria a realidade dentro do livro, temos o questionamento incessante da protagonista se ela é realmente uma escritora ou se apenas teve sorte. Também temos a descoberta do amor de forma inesperada e singela, não entrarei em detalhes pois spoilers nunca são legais. Bom mesmo é descobrir a história por si só.
Bom, esse parágrafo dedico apenas ao mundo literário. Sendo Darcy uma jovem escritora ela passa a lidar com a literatura de uma maneira muito intensa, agora não mais sendo apenas leitora. Com isso surgem muitas novidades e conflitos e o autor Scott Westerfeld foi simplesmente brilhante ao descrevê-los. Alguns autores fazem parte da história de Darcy, e Scott simplesmente deu o nome de seus livros, comentários e até trechos, ele CRIOU LIVROS para cada um dos autores envolvidos! É muita criatividade para um cara só, já não bastava ter criado dois livros em um.
E não para por aí, se é isso que estão pensando, temas como apropriação religiosa para criação ficcional e bloqueio criativo também são abordados. Um prato cheio para os escritores de plantão.
A capa é bem simples, mas será comentada ao longo da história, o que acho incrível, então não vou falar sobre, até porque isso já está ficando longo demais, me empolguei um pouquinho, kkkk.
         Sobre o autor, Scott Westerfeld nasceu no Texas e já publicou diversos romances aclamados para adultos e jovens, entre eles Tão Ontem e a série Feios. Também é designer. Atualmente mora entre Sidney e Nova York.
Eu gostaria de poder discutir cada tema do livro, cada capítulo, mas é aquela coisa: isso é para ser uma resenha, não um clube do livro on-line, bem que eu iria amar se fosse.
Agora, para finalizar, a minha parte favorita do livro, o momento em que é discutido o que tem mais importância em um livro dentre esses cinco tópicos: trama, cenário, personagem, conflito e tema. As páginas em que isso acontece são simplesmente as melhores do livro. Com isso fica a deixa, leia o livro para saber a opinião dos personagens, mas antes, deixe a sua opinião aqui nos comentários.



Bibliografia de SCOTT WESTERFELD:

Livros:

  • Tão ontem - Galera Record (2004)
  • Série Vampiros em Nova York
  • Os primeiros dias - Galera Record (2008)
  • Os últimos dias - Galera Record (2009)
  • Série Feios
  • Volume 1- Feios - Galera Record (2005)
  • Volume 2- Perfeitos - Galera Record (2005)
  • Volume 3- Especiais - Galera Record (2012)
  • Volume 4- Extras - Galera Record (2012)
  • Série Leviatã
  • Volume 1- Leviatã: A missão secreta - Galera Record (2009)
  • Volume 2- Beemote: A revolução - Galera Record (2013)
  • Volume 3- Golias: A revelação - Galera Record (2014)
  • Além-mundos - Galera Record (2016)


É isso, pessoal. Espero que tenham gostado da minha segunda resenha por aqui. Saibam que muitas outras estão a caminho.

Obs.: Bem, sempre existem as resenhas do meu blog pessoal também: www.variavels.com

Beijão, até a próxima!!! 
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Sarah!
    bom poder um livro que conta a história de uma escritora que escreve um livro, um dentro do outro, dois enredos apenas em um...
    E adoro essa temática do pós morte, fiquei super curiosa para saber como tudo acontece e como Lizzie se sai diante de todo o drama.
    “A dúvida é o princípio da sabedoria.” (Aristóteles)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, Rudy! Que bom que se interessou, realmente é um livro incrível. Beijos! ;)

      Excluir

Deixe o seu comentário!