Tecnologia do Blogger.

07/03/2017

Entrevistamos a escritora de romances Julia Quinn


Olá, queridos leitores da Academia! Sim, vocês não leram por engano, eu não estou ficando louco e nem estamos tentando enganar vocês! Eu, Luciano Vellasco, entrevistei a diva dos Romances de Época Julia Quinn. Antes de tudo, gostaria de agradecer a  assessoria da editora por serem tão solícitos e agradecer ao Correio Braziliense (local aonde eu trabalho) por aprovar minha pauta rsrs. Também queria agradecer a Helkem e a Jéssica Rodrigues, por me ajudarem a montar o texto e conhecer um pouco mais da autora. Abaixo estão as perguntas e as respostas da autora. Usei esse material para montar uma reportagem para o Correio Braziliense. O que está aqui é o material "bruto", por assim dizer. Bom, sei que vocês devem estar curiosíssimos para ler, então, sem mais delongas, confere aí 💕



Luciano - Quando você começou a escrever? Você já tinha o sonho de se tornar escritora ou você não pensava nisso?

Julia - Eu escrevi meu primeiro romance quando ainda era adolescente. Eu estava lendo alguns livros mais leves nas férias, quando meu pai achou que era hora de conhecer outros temas, autores mais sérios (ele poderia ter me dado de presente Moby Dick).  Ele prometeu não reclamar mais sobre minhas escolhas literárias apenas se eu fosse capaz de lhe dar uma boa razão para ler tantos romances de adolescentes. Eu disse que era por conta do vocabulário, e então ele me desafiou e encontrar naqueles textos, alguma palavra que eu não conhecesse. E eu realmente não encontrei. Expliquei a ele que todos aqueles livros eram apenas para uma pesquisa, e que na verdade, eu queria mesmo era escrever meu próprio romance. Ele concordou. E naquela mesma noite, me sentou na frente do computador e disse: “Vamos ao trabalho!”. Para sua grande surpresa, eu o fiz. Escrevi um romance inteiro dos meus 13 aos 15 anos. Acabei nunca publicando,  serviu como experiência enquanto eu fazia o vestibular. Tenho certeza que passei para Harvard por esta razão.

Luciano - Você tem algum processo criativo? 

Julia - Eu sempre começo escrevendo uma sinopse baseada em personagens. Não consigo escrever uma boa história sem conhecer profundamente cada um deles. Assim que o livro começa, preciso saber o que fez deles as pessoas que são. Muitas vezes, isso significa imaginar todos os detalhes possíveis, até como foi sua infância, por exemplo, ainda que isso nunca apareça na trama. Esse processo é um processo muito importante para mim, consigo criar um herói e uma heroína mais realistas.

Luciano - Porque romances de época? Você já lia esse gênero antes de começar a escrever?

Julia - Sempre li muito romances históricos nas minhas horas de lazer e diversão quando eu estava na universidade. Acho que foi meio natural optar por este tema.

Luciano - O que mais te cativa em suas histórias? Os cenários? Os personagens?

Julia - Sem dúvida, os personagens. Eles são a parte mais importante para mim. Personagens interessantes fazem histórias interessantes.

Luciano - Na época atual em que vivemos, com as mulheres cada vez mais galgando espaços na sociedade, qual é, para você, a importância de se escrever sobre personagens fortes e independentes? Sobretudo em uma época que as mesmas não tinham voz?

Julia - Não consigo me imaginar escrevendo sobre mulheres que não sejam fortes e independentes, embora às vezes seja interessante explorar aquelas que encontram sua força e independência ao longo da história. Inicialmente, não era um objetivo inspirar meus leitores a encontrar sua própria força, mas ouço tantos relatos sobre meus personagens serem verdadeiros exemplos, que só posso me sentir extremamente honrada por isso.

Luciano - Se alguma de suas histórias se passasse na época atual, qual seria a profissão de sua personagem principal?

Julia - Eu sou meio geek, então talvez algo na área de ciências.

Luciano - Você se inspirou em algum autor enquanto escrevia suas obras? Se sim, qual?

Julia - Eu li muito Judith McNaught, Julie Garwood, Jude Deveraux e Johanna Lindsey. Estou muito feliz por ser no hall desses "J's!"

Luciano - Você já tinha vindo ao Brasil em 2015 e está retornando agora. O que você acha dos fãs brasileiros? São o que você esperava?

Julia - Meus fãs brasileiros são SURPREENDENTES! Meus leitores norte-americanos também são entusiasmados, mas os brasileiros realmente levam isso a um novo patamar. Todo mundo é tão empolgado para me conhecer. Acho que nem tem noção o quão animada eu estou para conhecê-los também!
Autora esteve na Bienal do Livro do Rio de Janeiro em 2015 (Foto: Divulgação/Bienal do Livro)

Luciano - Acredito que está será a primeira vez que você virá a Brasília. Quais as suas expectativas com o público da Capital do Brasil? Pretende visitar a cidade ou sua passagem será breve?

Julia - Na verdade, eu que pedi para conhecer Brasília. Estudei história da arquitetura na universidade e estou ansiosa para aprender mais sobre o projeto da capital. A Sextante organizou um tour  sobre Modernismo enquanto eu estiver aí. Estou bem ansiosa! 

Luciano - Essa pergunta foi uma sugestão (quase uma ameaça) de uma amiga e fã sua: tem planos de continuar alguma história da série Os “Bridgertons”?

Julia - Sim! Quer dizer, talvez (rs). A série que estou trabalhando agora (The Rokesbys) é sobre a geração anterior, uma família que vive perto do Bridgertons. O primeiro livro da série, “Because of Miss Bridgerton”, apresenta George Rokesby e Billie Bridgerton, que é a tia dos oito irmãos Bridgerton apresentados na série Bridgerton. Não tenho a certeza se vou escrever sobre as crianças Bridgerton, mas nunca digo nunca ...

Luciano - Que experiências você leva para casa de cada país, cada cidade e cada leitor que você encontra? Você sente que esse contato direto te ensina algo? 

Julia - As culturas podem ser muito diferentes, mas no fundo, lá no coração, as pessoas realmente são semelhantes.

É isso, leitores! O que acharam? Lembrando que a autora estará distribuindo autógrafos hoje na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi, à partir das 19h! O link do evento se encontra disponível aqui! E para quem se interessar, hoje saiu também uma matéria exclusiva (escrita por mim) no Jornal Correio Brasilienze. O link para a matéria online está aqui!

A autora já está no Brasil! Crédito: Roberto Filho

A Academia Literária DF estará lá no evento fazendo a cobertura para vocês, leitores! Fiquem de olho nas nossas redes sociais!

Top Comentarista n°6: Clique para participar


Comentários
9 Comentários

9 comentários:

  1. Que oportunidade incrível você teve. Meu sonho é conhecer essa mulher.
    AMO, mais bem amadinho, os livros dela <3
    Adorei a entrevista e foi muito bom saber que ela anda escrevendo um pouco mais da família Bridgerton :)
    Fiquei super animada!!!
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é maravilhosa Caroline. Uma pessoa muito sociável e atende com muito carinho os fãs. Adorei conhecê-la.
      Beijos!

      Excluir
  2. Luciano!
    Primeiro parabéns por uma entrevista tão bem conduzida, mesmo trabalhando em um jornal, poderia não ser tão bem feita.
    E que delícia poder conhecer um pouco mais de como tudo começou para a autora, o incentivo do pai, suas leituras, gostei muito.
    Parabéns!
    “Saber de cor não é saber: é conservar aquilo que se deu a guardar à memória.” (Michel de Montaigne)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  3. Oi.
    Que incrível hem.
    Eu amo a escrita dessa autora, e fiquei impressionada em saber que ela se inspirou hem Julie Garwood, outra autora de romances de época que sou completamente apaixonada, eu espero que haja outros lançamentos das duas aqui no Brasil, por que eu não poderia ter o suficiente delas.
    bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, espero que mais autoras como ela possam vir ao Brasil.
      Beijos!

      Excluir
  4. Obrigada por compartilhar conosco esse material maravilhoso :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço por vocês estarem por aqui para compartilhar essa alegria comigo :)
      Beijos!

      Excluir
  5. Oi Luciano,
    Ouço falar tão bem da Julia Quinn que parece que a conheço pessoalmente. Comprei os 3 primeiros volumes da série os Bridgertons, mas inda não li. Estou muito ansiosa para conhecer sua escrita e entrar de cabeça nos romances de época.
    Continuem com As entrevistas com os autores, pois isso pode servir de inspiração para novos escritores!!

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário!