Tecnologia do Blogger.

25/05/2017

Dia do Orgulho Nerd: Blogagem Coletiva


Créditos da foto: Luciano Vellasco

Olá, queridos leitores da Academia! Como estão? Queria compartilhar algo com vocês. Já tem um tempo que entrei em um grupo muito maneiro do Facebook chamado Blogueiros Geeks. Como o nome já diz, lá o pessoal discute coisas nerds e vez em quando fazem postagens temáticas. Eu nunca participei (não sei bem porque). Essa vai ser minha primeira vez e espero que vocês gostem. Dos temas que poderiamos escolher, eu peguei o "May The Fourth", onde eu tenho de escolher um filme, uma série, um livro e uma banda/música que eu acho que todos os nerds deveriam conhecer. Então, bora ver o que escolhi? Confere abaixo 😉


Um filme: Matrix
Eu poderia escolher Star Wars ou De Volta Para o Futuro, mas eu tenho de falar desse filme, pois tenho uma história muito curiosa com Matrix. Todos sabem da importância do filme para o cinema, né? Se não, apenas assista e veja como ele não é apenas um filme de ficção cientifica, mas uma história de reflexão sobre a natureza dos humanos, bem como os limites da nossa própria realidade. Pois bem, a história curiosa é que no ano de 2001 eu assisti o filme (não, não vi no cinema), nesse mesmo ano eu comprei meu Playstation 2 e adivinha que jogo veio junto? Enter de Matrix. E nesse mesmo ano eu e um grupo de amigos fizemos uma feira de ciências adivinha sobre o que? Isso mesmo, ficção cientifica. E o tema central era Matrix. Ah, sabe aquelas código que o Neo consegue ver? Eu usei muito como papel de parede. E a cena que todo mundo queria imitar? Sim, o Bullet Time. Pensa no tanto de gente que lascou as contas no chão tentando fazer isso 😂


Uma série: Black Mirror
"Isso é muito Black Mirror", você já deve ter visto ou ouvido alguém dizer. Isso porque essa é uma série digamos... perturbadora. Quem nunca viu pode pensar que tem monstros na parada... ou terror com sustos e tals. A série é um tanto diferente das convencionais por nos fazer refletir (sim, ficar olhando para o teto por horas) sobre as consequências no qual caminha o nosso futuro tecnológico. E pior: está bem ai. Não é daqui a 100 anos. É agora ou num futuro muito próximo. Ela não é perturbadora porque apresenta uma narrativa inventada. Ela é perturbadora porque aquilo pode tranquilamente fazer parte da nossa realidade. Não é como enfrentar os zumbis de The Walking Dead ou o Jason de Sexta-Feira 13. É encarar um reality show que te faz andar de bicicleta o dia todo para emagrecer e conseguir dinheiro para o seu avatar enquanto assiste porcaria numa TV. E fazer te fazer obsessivo por likes para ser "alguém" na sociedade. Sério, nada do que eu falar aqui será suficiente para vocês compreenderem o que é essa série, portanto... ASSISTAM!💀

Um livro: Jurassic Park 

Os dinossauros me fascinam desde criança. Lembro que assistia incansável mente o desenho "Em busca do Vale Encantado" e minha mãe me deu dinossauros de brinquedo. Ficava imitando a luta do começo do filme entre a mãe do liroufut e o Tiranossauro (mas na minha versão), o Tiranossauro vence, sorry. Anyway, logo veio Jurassic Park (o filme) e meu fascínio aumentou tanto que antigamente eu sabia o nome de um número enorme de dinossauros, quase uma enciclopédia ambulante. Pois bem, li Jurassic Park em 2015 e me apaixonei pela escrita do autor Michael Crichton. A narrativa profunda e intensa do autor complementa o visual que fascinou muitos fãs no filme de Spilberg em 93. Para mim, um não é melhor que o outro. Existem coisas que funcionaram melhor no livro (como toda a explicação sobre a clonagem) e coisas que funcionaram melhor no filme (não teve perseguição do carro vei, como assim!).

Uma banda/música: Remy Zero - Save Me 
Somebody save me!!!!!!!! Quem nunca cantou isso na hora do almoço em um domingo pra mim não teve infância xD. Zueira. O pessoal da minha época (sou velho, eu sei) que acompanhava Smallville, que foi um dos seriados mais exibidos pelo SBT em 2004. Esse foi um seriado que marcou uma geração inteira... mas estamos falando da música aqui. Fiz uma pesquisa rápida e descobri sua origem: foi uma canção da banda Remy Zero lançada em 2001. Uma curiosidade: essa música foi a percursora da popularização de músicas pop e rock como temas ou hits de séries de televisão. Legal, não acham?



E não esqueçam: estejam sempre em posse de sua toalha ;)





E vocês, leitores? O que vocês recomendariam para o dia de hoje? 

Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Somebody saaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaave me!!!!!!!!
    Quem nunca kkkkkk
    E black mirror...não tem definição melhor....pertubador.

    Amei o post!!! <3

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário!