Tecnologia do Blogger.

27/05/2014

CONSIDERAÇÕES - Mochila Literária DF


Bom dia, leitores!
                No último sábado foi realizado o evento Mochila Literária 2014 – Etapa Brasília! O Evento foi organizado pela querida parceira Jéssica do Blog Leitora Sempre e por este que vos escreve. Vou contar para vocês agora os bastidores e as melhores partes do evento que foi (modéstia a parte) muito elogiado pelos autores participantes e pelo público.

Bastidores

                O dia foi de correria. Na verdade, a semana foi de correria. Se eu posso corrigir mais uma vez, desde que concordamos em organizar esse evento foi tudo uma correria. Acordamos cedo, chegamos cedo, arrumamos tudo e mesmo após tudo pronto, ainda ficávamos de um lado para o outro, garantindo que os autores e o público tivessem uma boa estrutura para o evento.
                Para nós, o momento de maior tensão com certeza foram os 60 minutos que antecederam o início do evento. Vai ali, vem aqui. Resolve isso, resolve aquilo. Procura autor tal que está perdido, procura funcionário tal que sumiu. Testa o som, testa o projetor. Momento desespero: o notebook que seria usado não tem entrada para o cabo do projetor. Arruma outra CPU, salva a apresentação em uma versão mais antiga, passa pro outro PC (obviamente, desconfigurada...), reconfigura as fontes usadas na apresentação. Traz a água, organiza os brindes, dobra os panfletos, monta os crachás. Mais cadeiras: coloca cadeira aqui, coloca cadeira ali. Organiza os livros nas mesas para a sessão de autógrafos. Mesas pequenas, muitos autores (aperto!!!!): arruma espaço para todo mundo...
                A equipe organizadora do evento está de parabéns pelo empenho. Jéssica Rodrigues, a mais ansiosa/stressada/tímida/responsável por esse evento elogiado por todos. Jéssica Brenda, o nosso “telefone sem fio” de contato que conseguia falar com a livraria em tempo recorde. Helkem Araújo pelas ideias, pelo banner, pela parte gráfica e visual, pelo empenho e por escutar minhas ladainhas sobre o que estava acontecendo de bom e ruim no evento. Carolina Bitterncurt por estar presente e nos dar a maior força ao longo do evento. Livraria Cultura por ceder o espaço e a Thais Borges por ter saído do outro lado da cidade para ajudar o fotógrafo a aparecer em algumas fotos :)

Autores
            O motivo de tudo isso. A divulgação e apreciação das obras nacionais. O Evento Mochila Literária veio com a proposta de levar ao leitor brasileiro as obras de nossa terra, muitas vezes subestimadas pelas editoras e pelos grandes veículos de divulgação. E é também o motivo pelo qual criamos a Academia Literária-DF. Eles vieram de vários estados, alguns de muito longe, outros de mais perto, outros mesmo aqui de Brasília. Vieram pela chance de tornar público os seus trabalhos como autores, de mostra sua obra. De angariar mais leitores, mais gente que se interesse por literatura. E eles deram um show de simpatia, conhecimento e humildade ao subirem ao palco.
      Em nome da Academia Literária-DF quero agradecer imensamente a vinda de todos vocês e adoraria poder reencontrar mais vezes cada um de vocês. A Academia está aberta a novas parcerias e seria muito gratificante para nós podermos divulgar o trabalho de cada um. Obrigado pela paciência, pela compreensão e pelo amor que vocês têm pela literatura.


Mediador

                Marcos Linhares. Esse é o nome do homem que depositou sorrisos descontraídos e alegres no rosto de pessoas cansadas ao fim de um puxado evento de quatro horas de duração. O Jornalista que com um bloco de papel e uma caneta na mão, anotava ali na hora o que os autores estavam falando para usar como gancho para as suas perguntas. O cara da voz de locutor que não precisa de microfone para ser ouvido. O cara que mesmo com o desespero dos organizadores (por ser o nosso primeiro evento) mantinha-se calmo e com um semblante de “tudo vai dar certo” no rosto. Quero deixar meu registro de agradecimento a você que tanto nos ajudou e nos orientou na reta final de preparação do evento. Para mim, você foi praticamente um mentor. Se possível, gostaria que essa fórmula tão acertada no Mochila Literária fosse usada em eventos futuros que por ventura possamos organizar. E, principalmente, gostaria de contar com o seu carisma como mediador. Fica aqui registrado o convite.  Foram muitos os elogios, tanto dos autores como do público, e não sei se tudo teria dado tão certo sem sua  imprescindível colaboração.


Público

                No começo, como em muitos eventos literários, a maior preocupação dos autores e da organização era com o público. Infelizmente, ocorreu um atraso no início do evento, justamente pela quantidade baixa de público que estava lá no horário combinado. Mas nós, organizadores, mediador e autores, colocamos a cara a tapa e começamos mesmo assim. Creio que estava batendo na casa das 15 pessoas quando começamos. Ficamos apreensivos e com razão, mas à medida que o evento era tocado para frente, foram aparecendo mais e mais pessoas. Pouco antes do terceiro e último bloco chegamos à marca de 82 pessoas presentes (fora autores e organização), contando com esses, foram 104 pessoas. Um público muito bom para os padrões de Brasília. Ficamos muito satisfeitos e gratos por cada pessoa que compareceu!  


Sorteios

                Os sorteios, acho que todos irão concordar, foram um show a parte. Mais uma vez devo bater palmas para a mediação brilhante do Jornalista/Autor Marcos Linhares, que transformou o que seria um simples sorteio de brindes num divertidíssimo “bingo” digno de rodadas de um Cassino em Las Vegas. A cada sorteio (depois que a Jéssica anunciava o que era) era uma atuação diferente. Quando ela aumentou os prêmios então, ninguém mais segurava Marcos Linhares. Eu espero muito sinceramente que alguém tenha registrado em vídeo, pois foram momentos impagáveis que só quem estava lá vai poder saber com exatidão o que eu estou falando aqui.


Conclusão

              A literatura brasileira está mudando e estamos sendo testemunhas disso. A cada dia que passa mais jovens promessas aparecem e mais leitores vorazes surgem pedindo por mais obras nacionais. A valorização e o fomento da nossa literatura não começam nas editoras e sim na vontade que cada um tem de realizar o seu sonho. Seja ele escrever um livro ou divulgar um livro. Acredito que eventos como o Mochila Literária trazem muito disso. Em uma de nossas muitas reuniões, eu disse a Jéssica que não poderíamos fazer nada sozinhos. Teríamos de nos unir, de juntar forças para tornar nossos sonhos e desejos possíveis. Esse evento provou que a união faz a força, que juntos podemos mais. Espero que cada autor e leitor tenha levado para si uma boa lembrança das mais de quatro horas que passamos juntos.





     A Leitora Sempre está aí para formar novos e eternos leitores e a Academia Literária-DF está aí para trazer novas promessas.

                Vocês ainda vão ouvir muito falar de nós.

                Até a próxima, leitores.

Querem mais fotos? Clique aqui!
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Evento maravilhoso! Parabéns a Academia Literária DF e a Leitora Sempre.
    Uma pena a pós ter caído junto ao evento e eu não estar com vocês ajudando e participando. Mas mesmo que por pouco tempo ótimo ver vocês com sucesso no evento e conhecer excelentes autores. Sem contar que eu cheguei em uma das melhores partes que foi do mediador e sorteio, que como você disse só quem estava sabe com exatidão. Haha enfim que venham os próximos \o/

    ResponderExcluir
  2. Que massa que foi né haha bem que eu queria ir >.<
    Venha conhecer o Doce Literário <3 Beijos!
    www.doceliterario.wordpress.com

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário!