Tecnologia do Blogger.

28/01/2017

RESENHA – Para sempre minha (Abbi Glines)

Rosemary Beach
Ficha técnica:
Referência bibliográfica: GLINES, Abbi. Para sempre minha – série Rosemary Beach. 1ª edição. São Paulo, Arqueiro, 2016. 256 páginas. Tradução: Cássia Zanon
Gênero: Romance, New Adult
Temas: aborto, perdão
Categoria: Literatura Estrangeira; Literatura Americana
Ano de lançamento: 2014 nos Estados Unidos da América e 2016 no Brasil
Série: Paixão sem limites (Livro 1), Tentação sem limites (Livro 2), Amor sem limites (Livro 3), Rush sem limites (Livro 4), Estranha Perfeição (Livro 5), Simples Perfeição(Livro 6), A Primeira Chance (Livro7), Mais uma Chance (Livro 8), Para Sempre Minha (Livro 9), Kiro e Emily (Livro 10) e À Sua Espera (Livro 11).



“Você se tornou meu lugar seguro depois de roubar meu coração”.
Para Sempre Minha – Livro 9 (posição 1.612 de 3.275 - E-book via Amazon)

 Queridos leitores, este é o nono livro da série Rosemary Beach, porém ele não compõe nenhuma outra subsérie, por ser livro único. Neste livro vamos conhecer um pouco mais sobre a história do Tripp e da Bethy. A partir do livro “Simples Perfeição”, que conta a história da Della e do Woods”, a autora começou a nos apresentar um pouco do que pode ter acontecido com eles no passado. Se você não leu os livros anteriores, infelizmente, você encontrará alguns spoilers nesta resenha.
Confesso que, nos primeiros livros que a Bethy aparece, eu sempre tive uma antipatia com ela. Não sei o motivo, mas ela nunca foi uma das minhas favoritas. Porém, a autora conseguiu redimi-la. Agora, eu passei a entender melhor as suas atitudes.
Há oitos anos, em um verão que o Tripp foi passar na praia de Rosemary Beach, ele conheceu a Bethy. Ela era sobrinha de uma das funcionárias do Country Club Kerrington, Darla, e morava em um trailer com o seu pai, que não dava atenção para a garota. Naquela época, o Tripp tinha 18 anos e a Bethy tinha 16. Ele pretendia passar o verão na praia e depois fugir das “garras” dos seus pais. O Tripp queria construir o seu próprio futuro, escolher o que faria com ele. Os seus pais exigiam que ele entrasse para a universidade de Yale, em Manhattan, e, depois, passar a cuidar das firmas de advocacia da família. Porém, ele não queria seguir os mesmos passos do pai, mas dar os seu próprios.
Ele e a Bethy se apaixonaram naquele verão. Todavia, ele precisou fugir, mesmo que seu coração pertencesse a ela. Infelizmente, a garota ficou grávida e com o desaparecimento dele, ela abortou o bebê. Isso foi um grande baque para a coitada da Bethy. Já que a sua tia, sem ver uma solução para a sobrinha, a levou para a clínica de aborto. Pessoalmente, eu também teria ficado profundamente magoada com o Tripp. Imagina, você engravida e do nada o seu namorado não aparece mais. O pior é que isso deve acontecer muito por aí.
Depois de muito tempo, ela conseguiu se recuperar da grande decepção e se envolveu com Jace, que nada mais era do que o primo do Tripp. Ao longo dessa nova relação, ela se apaixonou por ele. Aliás, passaram a formar um lindo casal. Essa relação começou na subsérie “Sem limites”, que conta a história da Blaire e do Rush.
Todavia, como na vida nem tudo são flores, quando a Della se mudou para Rosemary Beach e passou a morar, temporariamente, na casa do Tripp, ele resolveu voltar também. Nisso, ele descobriu que a Bethy era a namorada do seu primo e que estavam muito bem.
Já a Bethy, com o nascimento do bebê da Blaire, Nate, e o retorno do Tripp ela ficou muito confusa. Pois o grande amor da sua vida estava de volta e ela se culpava pela perda do seu bebê. Além, também, de se culpar por nunca ter contado a história do seu passado para o Jace. Com isso, ela passou a beber muito. Em um desses dias, em um luau na praia, como ela estava muito bêbada, decidiu entrar no mar e, consequentemente, se afogou. O Jace, muito desesperado para salvá-la, foi ao seu resgate e morreu (snif, snif). Ela conseguiu sobreviver porque o Woods também entrou no mar para ajudar.
E é aí que a vida dela vai por água abaixo. Acho que vou parar a resenha por aqui, leitores, mas sugiro a leitura deste livro. Pois, além de ser bom, ele fala muito de decisões erradas que impactam no nosso futuro. Também fala da culpa e do perdão, que, muitas vezes, levamos para o resto da nossa vida e que nos atrapalham a viver.
A autora, Abbi Glines, nasceu em Birmingham, Alabama. Morou na pequena cidade de Sumiton até os 18 anos, quando seguiu o namorado do colégio até a costa. Atualmente os dois moram com seus três filhos em Fairhope, Alabama. Autora de diversos livros da lista de mais vendidos do The New York Times, Abbi é viciada no Twitter (@abbiglines) e escreve regularmente no seu blog.
O livro foi escrito alternando o passado e o presente, em primeira pessoa, pelo ponto de vista da Bethy e do Tripp. Como os capítulos são curtos, a leitura fluiu muito bem. Apesar de ser livro único, ainda senti a necessidade de fechar melhor a história deles. Então, vamos torcer para que a autora resolva escrever alguma outra continuação. Além disso, a editora disponibilizou o primeiro capítulo do livro, clique aqui para ler.
Por fim, ressalto que o próximo livro da série, À sua espera, conta a história do Mase, irmão da Harlow (a história dela está no livro “A primeira chance”), e da Reese. Acredito que será uma boa história também, haja vista que gostei muito do Mase, do pouco que o conheci no outro livro.
                
Rosemary Beach

Bibliografia da ABBI GLINES (ordem cronológica):
Livros:
Paixão sem limites – Arqueiro (2013)
● Tentação sem limites – Arqueiro (2014)
● Amor sem limites – Arqueiro (2014)
● Estranha Perfeição – Arqueiro (2014)
● Simples Perfeição – Arqueiro (2015)
● A primeira chance – Arqueiro (2015)
● Mais uma chance – Arqueiro (2016)
● Para sempre minha - Arqueiro (2016)
● Kiro e Emily - Arqueiro (2016)
● À sua espera - Arqueiro (2016)
● Ao seu encontro – Arqueiro (2017)
● The Best Goodbye – sem previsão para ser publicado no Brasil
● Up In Flames – sem previsão para ser publicado no Brasil
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Gabi!
    Acho que já comentei por aqui que ainda não li nada da autora, mas me propus a esse ano mudar isso, porque vejo tão boas resenhas, como a sua, falando sobre os livros que tenho curiosidade.
    E aqui adorei saber que ela alterna passado e presente, o que dá um entendimento maior sobre os fatos.
    Desejo uma ótima semana!
    “A parte que ignoramos é muito maior que tudo quanto sabemos.” (Platão)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rudy, é muito boa, acho que você vai gostar ;)

      Excluir

Deixe o seu comentário!