Tecnologia do Blogger.

05/06/2017

Top 5 livros para ler no Mês do Orgulho LGBT


Olá, leitores da Academia, como estão? Hoje temos um post especial, um post diferente. Como já devem ter reparado no título e na imagem abaixo, hoje o post é dedicado a literatura LGBT. Um gênero literário ainda pouco explorado e que merece um espaço nas prateleiras de vocês, queridos leitores. Bom, como não temos muita experiência no assunto, somos tão ou mais leigos que você que está lendo este post (e não temos vergonha alguma de dizer isso), convidamos um leitor muito especial e nosso amigo para falar sobre o tema. E o resultado deste convite vocês podem conferir no texto abaixo ;)



Olá leitores da Academia, me chamo Rafael Capovilla, e fui convidado (e por convidado, quero dizer obriguei a produção) pelo Luciano a fazer um post em comemoração do Mês de Orgulho LGBT aqui no blog, mais especificamente uma lista com indicações de livros com temática LGBT. Obrigado, de nada.

Nota do editor: Humilde esse menino...

Mas para poder entrar nessa lista, primeiro vamos entender do porque de o mês de junho ser o mês do Orgulho LGBT:
Durante a década de 60, todas as noites aconteciam batidas policiais em bares e clubes frequentados por homossexuais. Porém, na noite de 28 de junho de 1969, durante uma dessas batidas no bar Stonewall, os frequentadores que estavam por lá sob a liderança de travestis e Drag Queens, resistiram aos policiais usando garrafas e pedras como armas. O confronto durou toda madrugada, e se estendeu por mais quatro dias, até que a polícia desistiu de prender os envolvidos, não aguentando a pressão da resistência. Essa data foi considerada o Dia Internacional do Orgulho Homossexual, mudada posteriormente para Dia Internacional do Orgulho LGBT.
E a luta pela visibilidade se estendeu na literatura. O número de livros com protagonistas LGBT’s anda crescendo cada vez mais nos últimos anos. Em sua grande maioria, livros com protagonistas GAYS. Autores como David Levithan, Benjamin Alire Sáenz, Cassandra Clare, fazem questão de representar pessoas do “vale” em seus livros. 

Bom, vamos para o que eu vim fazer aqui... Separei uma lista de 5 livros com temática homoafetiva para vocês lerem nesse mês de comemoração.. So, let’s GO.

Lucas e Nicolas (Gabriel Spits)
Livro nacional ai para os senhores e senhoras. Esse livro conta a história dos teens Lucas e Nicolas, obviamente, e como as vidas desses dois garotos se cruzam. Lucas é um rapazinho estudioso e inteligente, e nada habilidoso com esportes, vida social ZERO. Nicolas, é o badass da história, bonito, atlético, mas não tão esperto como Lucas. Pode parecer um pouco clichê pra quem entende do assunto, mas o autor trata do amor platônico de forma tão direta que te prende até o final da história... E que final, viu!!!

Sobre Garotos que Beijam Garotos (Enrique Coimbra)
Nesta obra, também nacional, conhecemos Enzo, o rapaz menos apegado do mundo, evitando ao máximo qualquer tipo de relacionamento amoroso fixo, duradouro ou monótono, como o próprio autor descreve. Ele até se apaixona, mas nunca por alguém que irá corresponder, pois assim, ele não corre o risco de “se tornar responsável pelos sentimentos de alguém”. Só que quando ele conhece Ian, ficante super hetero da sua BFF, seus conceitos podem mudar um pouco. Enrique usou de suas experiências pessoais para se inspirar nesse livro. É uma leitura super rápida, pois o livro é curtinho, #xateado.

Águas Turvas (Helder Caldeira)
Gabriel Campos é um médico brasileiro que se muda para os EUA após a morte dos pais, para fazer uma especialização. Justin é Herdeiro de uma rica família Republicana e é diretor de uma rede de revendedoras de carros durante a crise financeira de 2009. Os dois se encontram por acaso, e de cara ficam afim um do outro, mas não vai ser tão simples assim ficarem juntos. Talvez a história com mais plots dessa lista. Pois a história não envolve apenas o romance de Justin e Gabriel, todos os personagens tem algo para contar, e tudo se conecta em certo ponto do livro. 

O Amor nos Tempos de Like: Conto 3 – 337 km (Hugo Francioni e Pedro Pereira)
O livro é dividido em três contos que são releituras de clássicos da literatura, mas como é o mês do Orgulho LGBT, vamos focar no terceiro conto, escrito pelos lindos Pedro e Hugo, Pedrugo pra quem é da família. Nesse conto, eles fazem sua versão moderna e Romeu e Julieta, nesse caso, Julio e Ramon. Nesse conto maravilhoso, o que separa Julio e Ramon, não é a rivalidade de suas famílias, mas sim, a distância que existe entre eles, 337 km para ser mais precisa. E a história dos dois começa quando Ramon adiciona Julio no Facebook, ambos fazem parte de um grupo de escrita e são apaixonados por ler e escrever, vão ficando cada vez mais próximos e se apaixonam, mas será que a distância deixará eles viverem esse amor? Pedro e Hugo tem um canal no YouTube, o Pedrugo, onde eles compartilham de suas histórias e paixões com o público. Ah, eles são o casal mais fofo da internet. 3bjs Papais (pequeno ataque de ‘fãzice’).

Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo (Benjamin Alire Sáens)
Ari odeia o fato de não saber o motivo de seu irmão estar preso, e não aguenta mais o fato de seus pais não falarem o nome dele dentro de casa ou em sua presença. Para ele ter quinze anos é simplesmente o maior castigo que alguém pode sofrer. Ele não gosta do próprio corpo, não se destaca em nada, e quase não tem amigos. Durante as férias de verão, ele acredita que vai finalmente entender o porquê de estar nesse mundo, vai entender a si mesmo, e Dante, seu mais novo amigo que ele conheceu no clube, o acompanha nessa aventura de descobertas de si mesmo, e de novo sentimentos que nenhum deles jamais havia tido antes. De todos da lista, esse é o livro que mais me tocou internamente, tem uma narrativa leve e real, mas descreve os sentimentos de uma forma profunda. E olha só que legal, o autor ta trabalhando numa sequência, ainda sem data de lançamento.

Bom pessoas, espero que gostem dessas dicas de leitura, é o meu top 5 e fiz de coração essa listinha. Leiam com carinho e feliz mês do Orgulho LGBT para as senhoras, senhores e pessoas que não se identificam com nenhum dos dois.


Este post foi escrito pelo leitor e amigo Rafael Capovilla. Obrigado pelo texto! 


Quer sugerir ou enviar algum texto? Entra em contato conosco! academialiterariadf@gmail.com


Até a próxima ;)
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário!